Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

China diz que há ainda "longo caminho a percorrer" após acordo na COP27

"A governação global em assuntos do clima ainda tem um longo caminho a percorrer", disse a porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros Mao Ning, em conferência de imprensa.

ADRIANO MACHADO
Lusa 21 de Novembro de 2022 às 11:15
  • Partilhar artigo
  • ...
O Governo chinês saudou esta segunda-feira o acordo alcançado na conferência do clima das Nações Unidas, no Egito, mas alertou que "há ainda um longo caminho a percorrer", em termos de cooperação global contra as alterações climáticas.

"A governação global em assuntos do clima ainda tem um longo caminho a percorrer", disse a porta-voz do ministério dos Negócios Estrangeiros Mao Ning, em conferência de imprensa.

Apontou, em particular, a "ausência de um roteiro claro" na prestação de apoio financeiro aos países em desenvolvimento, pelos países desenvolvidos, como factor que "não permite o estabelecimento de confiança mútua entre os [hemisférios] Norte e Sul".

"Os países desenvolvidos ainda não estão a cumprir com o seu compromisso de fornecer 100 mil milhões de dólares anualmente em apoio financeiro aos países em desenvolvimento, para combater o aquecimento global", disse a porta-voz.

A China atribui, no entanto, "grande importância a esta cimeira e apoia totalmente o Egito, que cumpriu com sucesso o seu papel como país anfitrião".

O país, o maior emissor de gases poluentes do mundo, rejeitou nesta cimeira deixar de ser considerado uma nação em desenvolvimento, apesar de ser há vários anos a segunda maior economia mundial.

Depois de negociações difíceis, que ultrapassaram o cronograma original, a COP27 terminou no domingo com um texto muito contestado sobre ajuda aos países pobres afetados pelas alterações climáticas, mas também com o fracasso em estabelecer novas ambições para a redução de emissão de gases com efeito estufa.



JPI //

Lusa/Fim
Ver comentários
Saber mais China COP27 Egito Nações Unidas alterações climáticas diplomacia relações internacionais
Outras Notícias