Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Eleições presidenciais do Brasil vão à segunda volta

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição pelo PT, e o candidato da aliança PSDB-PFL, Geraldo Alckmin vão enfrentar-se novamente no dia 29 de Outubro, de acordo com o "Estadão".

Negócios negocios@negocios.pt 02 de Outubro de 2006 às 08:24
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva, candidato à reeleição pelo PT, e o candidato da aliança PSDB-PFL, Geraldo Alckmin vão enfrentar-se novamente no dia 29 de Outubro, de acordo com o "Estadão".

Com 98,06% das urnas apuradas pela Justiça Eleitoral, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Marco Aurélio Mello, anunciou que a eleição presidencial no Brasil irá para a segunda volta.

Até por volta das 00h, hora de São Paulo, Lula tinha 48,79% (45.796.036) dos votos válidos; Alckmin (PSDB-PFL), 41,43% (38.880.443); Heloísa Helena (PSOL-PSTU-PCB), 6,85% (6.429.759); e Cristovam Buarque (PDT), 2,67% (2.503.027). Ana Maria Rangel (PRP) tinha 0,13% (124.321); Luciano Bivar (PSL), 0,07% (61.054); José Maria Eymael (PSDC), 0,07% (61.739); e Rui Costa Pimenta (PCO), 0,00%.

Marco Aurélio disse esperar uma disputa de alto nível, apesar da existência de acções para impugnar as candidaturas de ambos. No caso de Lula, há uma investigação para verificar se ele teve envolvimento com o episódio da venda do dossier contra tucanos.

Contra Alckmin, foi protocolado no Sábado um pedido para que sejam apuradas uma série de supostas irregularidades. As acções somente devem ser analisadas pelo TSE no próximo ano.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias