Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lay-off para reagir à covid já custou 822 milhões

Para travar a destruição de emprego resultante da quebra de atividade, o Governo simplificou o lay-off. De outro modo, 77% das empresas beneficiárias deste apoio teriam diminuído mais o número de postos de trabalho, estima o Banco de Portugal.

As medidas para conter a pandemia pararam a atividade das empresas e as consequências no emprego só não foram piores graças ao lay-off.
As medidas para conter a pandemia pararam a atividade das empresas e as consequências no emprego só não foram piores graças ao lay-off. Mariline Alves
Margarida Peixoto margaridapeixoto@negocios.pt 23 de Setembro de 2020 às 22:30
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Entre março e agosto, a pandemia destruiu 167 mil empregos mas o impacto seria bem maior sem as medidas adotadas, designadamente o lay-off simplificado. Só esta medida e o apoio extraordinário à retoma progressiva da atividade custaram até agosto cerca de 822 milhões de euros dos cofres públicos, apurou o Negócios.

...

Negócios Premium
Conteúdo exclusivo para assinantes
Já é assinante? Inicie a sessão
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone
  • Conteúdos exclusivos com melhor da informação económica nacional e internacional;
  • Acesso sem limites, até três dispositivos diferentes, a todos os conteúdos do site e app Negócios, sem publicidade intrusiva;
  • Newsletters exclusivas;
  • Versão ePaper, do jornal no dia anterior;
  • Acesso privilegiado a eventos do Negócios;
Ver comentários
Saber mais Lay-off João Leão
Mais notícias Negócios Premium
+ Negócios Premium
Capa do Jornal
Informação de qualidade tem valor. Invista. Assine já 1mês / 1€
Mais lidas
Outras Notícias