Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Nuvem de cinzas "atrasa" ajuda internacional à Grécia

O encontro pedido pelo Governo grego com responsáveis do FMI, Comissão Europeia e Banco Central Europeu para negociar os termos e as condições de um empréstimo internacional só deverá ter lugar na quarta-feira, e não hoje. A razão do atraso está na Islândia precisamente, o primeiro país europeu que sucumbiu à crise financeira internacional.

Eva Gaspar egaspar@negocios.pt 19 de Abril de 2010 às 09:36
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O encontro pedido pelo Governo grego com responsáveis do FMI, Comissão Europeia e Banco Central Europeu para negociar os termos e as condições de um empréstimo internacional só deverá ter lugar na quarta-feira, e não hoje. A razão do atraso está na Islândia – precisamente, o primeiro país europeu que sucumbiu à crise financeira internacional.

A nuvem de cinzas resultante do vulcão glaciar islandês impediu que as missões chegassem hoje a Atenas, como previsto. Uma primeira troca de pontos de vista poderá ter lugar através de vídeo-conferência, na expectativa de que na quarta-feira possam finalmente chegar à capital grega os responsáveis das três instituições envolvidas na montagem de um eventual empréstimo, vindos de Bruxelas, Washington e de Frankfurt.

Na quinta-feira, o Governo grego deu o primeiro passo para por em marcha o pedido de ajuda à comunidade internacional que poderá, neste ano, fornecer até 45 mil milhões de euros ao Estado helénico.

Agenda política europeia transtornada

O caos no espaço aéreo europeu levou também a presidência espanhola da União Europeia a cancelar várias reuniões previstas para hoje no Luxemburgo e em Bruxelas.

Segundo avança a Lusa, Madrid cancelou a reunião dos ministros da Agricultura e Pescas, agendada para hoje no Luxemburgo. Adiadas foram também as reuniões do grupo de alto nível para o Asilo e as Migrações, do grupo especial para o Mashrak/Magreb, do grupo do Meio Ambiente e do grupo sobre o Controlo de Armas e Desarmamento Global.

Já o encontro extraordinário entre os ministros europeus dos Transportes será realizado através de vídeo-conferência.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias