Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Portugal e Espanha definem traçado definitivo do TGV

Portugal e Espanha chegaram a acordo sobre quatro corredores de alta velocidade ferroviária entre dois países, segundo adiantou fonte diplomática, no âmbito da Cimeira Luso-Espanhola que decorre na Figueira da Foz.

Ana Suspiro asuspiro@mediafin.pt 07 de Novembro de 2003 às 21:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

Portugal e Espanha chegaram a acordo sobre quatro corredores de alta velocidade ferroviária entre dois países, segundo adiantou fonte diplomática, no âmbito da Cimeira Luso-Espanhola que decorre na Figueira da Foz.

O primeiro corredor a ser concluído será o Porto/Vigo em 2009, a que seguirá o Lisboa/Madrid, passando por Évora, Elvas e Badajoz, a terminar em 2010.

O terceiro corredor ligará o Porto, Aveiro, Salamanca e Madrid e estará concluído em 2015.

O quarto e último traçado percorrerá Faro, Huelva Sevilha, Madrid e deverá estar concluído em 2018. Este último corredor está ainda contudo dependente da realização de estudos a efectuar entre os dois países.

A ligação ferroviária de alta velocidade entre Lisboa e o Porto, embora não tenha sido tratada nesta Cimeira, estará concluída em 2013, apurou o Canal de Negócios (www.negocios.pt).

O objectivo é, contudo, que nas ligações Lisboa/Madrid e Porto/Madrid, seja garantido um tempo de viagem de duas horas e 45 minutos, competitivo com o transporte aéreo, sendo que apenas a ligação entre Lisboa e Madrid terá uma velocidade de traçado de 350 quilómetros por hora, conforme noticiou o Jornal de Negócios.

A dilatação da data de ligação entre as duas principais cidades portuguesas tem a ver essencialmente com questões técnicas, nomeadamente devido à modernização da linha ferroviária do Norte, actualmente em curso.

Por outro lado, a necessidade de acelerar as ligações entre Portugal e Espanha visa garantir a obtenção de financiamentos comunitários no âmbito das redes transeuropeias, cujos projectos prioritários deverão ser definidos, ainda este ano, pela Comissão Europeia.

O acordo entre Portugal e Espanha só terá sido encontrado nesta data, porque Portugal ainda não tinha estabelecido a sua rede de alta velocidade, nomeadamente quando aos pontos de ligação com a fronteira espanhola, garantiu fonte diplomática.

Mais lidas
Outras Notícias