Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Produção da indústria italiana com quebra recorde em março

Os dados do PMI para a indústria mostram uma quebra recorde da produção em Itália. Entre as principais economias do euro, só a Holanda manteve o crescimento.

A indústria têxtil aplaude a celeridade das medidas tomadas.
Paulo Duarte
Rita Faria afaria@negocios.pt 01 de Abril de 2020 às 10:49
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A indústria italiana sofreu uma quebra recorde na produção em março, mês em que o país esteve em quarentena para travar a propagação do novo coronavírus.

Ainda que a covid-19 se tenha espalhado por toda a Europa, o coração industrial do norte de Itália foi dos primeiros locais a registar um forte aumento do número de casos, com as quarentenas a começarem logo no final de fevereiro e a paralisarem totalmente a atividade económica.

Segundo os dados divulgados esta quarta-feira pela Markit Economics, o índice de gestores de compras (PMI) para a indústria em Itália desceu de 48,7 pontos em fevereiro para 40,3 pontos em março, o valor mais baixo desde 2009.

O índice específico para a produção atingiu o valor mais baixo de sempre, com apenas 11% dos que responderam ao inquérito a relatarem um crescimento da produção em março.

Ainda que Itália represente a travagem mais súbita, está longe de ser o único país com fortes quebras na atividade industrial. No conjunto da Zona Euro, o PMI caiu de 49,2 pontos em fevereiro para 44,5 pontos em março, abaixo da primeira leitura de 44,8 pontos (leituras abaixo de 50 pontos indicam contração e, acima desse patamar, expansão).

"A covid-19 levou a uma deterioração notável nas condições operacionais do setor da indústria da Zona Euro em março. A produção, novos pedidos e compras caíram acentuadamente, enquanto os empregos foram fortemente reduzidos e as restrições do lado da oferta intensificaram-se a um ritmo recorde. A confiança sobre o futuro caiu para um mínimo histórico", lê-se no relatório.

Tendo registado consistentemente o melhor crescimento nos últimos meses, a Grécia foi o segundo pior desempenho em março, enquanto França, Irlanda e Espanha registaram mínimos de vários anos. Só a Holanda registou um PMI acima do nível dos 50 pontos.

Ver comentários
Saber mais PMI Zona Euro Itália
Mais lidas
Outras Notícias