Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Quase 8.600 jovens fora do apoio do Estado no pagamento de rendas

Apesar do valor ter vindo a aumentar desde 2008, quando o programa começou, continuam a existir milhares de jovens sem acesso a este apoio.

A grande maioria das casas em Portugal foram construídas nos anos 80 e precisam de ser renovadas, diz a Casavo.
Sérgio Lemos
Negócios jng@negocios.pt 07 de Julho de 2022 às 10:37
  • Partilhar artigo
  • 2
  • ...
Milhares de pessoas continuam sem acesso ao apoio à renda através do Porta 65 - o apoio financeiro concedido pelo estado a jovens para arrendamento de casa. A notícia está a ser avançada pelo Jornal de Notícias, que adianta que no ano passado, 8.599 jovens não tiveram direito a este apoio.

De acordo com dados do Ministério das Infraestruturas e Habitação (MIH), em 2021, de um total de 19.651 candiaturas, foram apoiadas 11.052, num gasto governamental que totalizou os 23 milhões, equivalendo assim a uma subvenção mensal média de 185 euros por pessoa. O valor gasto pelo Estado tem vindo a aumentar e 2021 não foi exceção, no último ano foram executados 23 milhões, mais 3,5 milhões do que em 2020.

O Porta 65 paga entre 50% a 30% da renda da casa no primeiro ano, mas são definidos limites máximos consoante a zona da habitação e o tipo de casa. No caso de um T2 no Porto, a renda máxima definida são 581 euros, ou seja, se um jovem arrendar uma casa por um valor superior a este fica automaticamente excluído deste apoio.
Ver comentários
Saber mais Jornal de Notícias Porta questões sociais imobiliário
Outras Notícias