Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Vistos 'gold': Investimento chinês totaliza mais de 2.700 milhões em mais de oito anos

Em segundo lugar está o Brasil, com um investimento de mais de 785 milhões de euros e 1.001 vistos 'dourados' atribuídos até ao mês passado.

Correio da Manhã
Lusa 20 de Março de 2021 às 10:27
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
O investimento chinês captado através dos vistos 'gold' somava em mais oito anos de programa, até final de fevereiro, mais de 2.700 milhões de euros, de acordo com dados do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Entre outubro de 2012, altura em que teve início o programa de Autorização de Residência para Investimento (ARI), foram captados 2.751.341.633,59 euros, com um total de 4.837 vistos 'gold' atribuídos.

Em segundo lugar está o Brasil, com um investimento de mais de 785 milhões de euros e 1.001 vistos 'dourados' atribuídos até ao mês passado.

A Turquia ocupa o terceiro lugar por nacionalidade do investimento, com um total de 456 vistos atribuídos em todo o programa.

No total, a ARI de origem turca totaliza 239,9 milhões de euros.

África do Sul e Rússia ocupam, respetivamente, o quarto e quinto lugares, no 'top 5' por nacionalidades.

Em mais de oito anos, foram atribuídos 397 autorizações de residência para investimento a cidadãos sul-africanos, num total de 233,1 milhões de euros.

A Rússia captou 366 vistos 'gold', num montante total de 244,1 milhões de euros.

No 'top 5' de 2021, que continua a ser liderado pela China, destaque para o investimento norte-americano, que até 28 de fevereiro somou mais de quatro milhões de euros e oito vistos 'dourados', e do Paquistão, com seis ARI e um montante de 2,9 milhões de euros.

Neste período, o investimento chinês totaliza 39,3 milhões de euros, tendo sido atribuídos 73 ARI.

Entre janeiro e fevereiro, o investimento oriundo do Brasil ascendeu a 7,6 milhões de euros, com 12 vistos 'gold' atribuídos.

A Rússia integra o 'clube' de investimento por nacionalidade, com sete ARI até fevereiro, num total de 3,9 milhões de euros.

O investimento captado através dos vistos 'gold' subiu 13% em fevereiro, face a igual mês de 2020, para 52,3 milhões de euros, de acordo com contas feitas pela Lusa com base nas estatísticas do SEF.

O programa de concessão de ARI, lançado em outubro de 2012, registou até fevereiro deste ano - em termos acumulados - um investimento de 5.724.426.273,03 euros. Desde montante, a maior parte corresponde à compra de bens imóveis, que ao fim de oito anos de programa soma 5.177.461.049,15 euros, sendo que a compra para reabilitação urbana totaliza 288.856.120,15 euros.

O investimento captado por via do critério de transferência de capitais ascende a 546.965.223,88 euros.
Ver comentários
Saber mais Serviço de Estrangeiros e Fronteiras SEF
Outras Notícias