Emprego Autoridades dizem que pais podem recusar teletrabalho
Conteúdo exclusivo para Assinantes Se já é assinante, faça LOGIN

Autoridades dizem que pais podem recusar teletrabalho

Trabalhadores de um call center recusaram passar do apoio aos pais para teletrabalho, alegando que é impossível trabalhar com as crianças em casa. CITE e a ACT vieram dar-lhes razão. Governo contraria entidades que tutela e não garante apoio a estas famílias.
Autoridades dizem que pais podem recusar teletrabalho
O apoio à família criado pela equipa liderada por Ana Mendes Godinho foi solicitado por 150 mil trabalhadores dependentes em março e 89 mil em abril.
Rodrigo Antunes/Lusa

A mensagem que passou com base nos diplomas mais recentes era simples: quem está em teletrabalho não tem direito ao apoio extraordinário à família – que paga 66% do salário base com o valor mínimo

Conteúdo exclusivo para Assinantes Negócios Premium
Assine e aceda sem limites, no pc e no smartphone Assinar por 1€ por 1 mês



Notícias só para Assinantes
Análise, informação independente e rigorosa..
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia.
Notícias e conteúdos exclusivos no website e aplicações móveis
Newsletter diária exclusiva para assinantes
Acesso ao epaper a partir das 23:00
Saiba mais
pub

Marketing Automation certified by E-GOI