Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Centros de emprego e Segurança Social terão atendimento conjunto

A meta do Governo é integrar totalmente o atendimento dos Centros de emprego e da Segurança Social. A experiência vai avançar em breve em 15 concelhos, segundo o jornal "Público".

Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 20 de Maio de 2014 às 09:10
  • Partilhar artigo
  • 4
  • ...

Ganhar eficiência, poupar recursos e facilitar a vida aos cidadãos. Serão estas as metas do Estado para avançar com a junção dos pontos de atendimento do Instituto de Emprego e Formação Profissional (IEFP) e do Instituto de Segurança Social. Em conjunto, as duas instituições têm perto de 6.000 trabalhadores e somam quase 400 pontos de atendimento em todo o País.

 

Segundo o jornal "Público", o projecto arrancará numa primeira fase em 15 localidades e será depois alargada a outras cidades, antes da integração total. As datas e os locais específicos que vão receber estes projectos-piloto, que permitirão aos portugueses tratar de dois assuntos no mesmo local, só deverão ser conhecidos no final de Maio.

 

O coordenador da comissão de trabalhadores do IEFP, Godinho Soares, reconheceu que "do ponto de vista do cidadão há toda a vantagem", mas alertou para o "enorme alarmismo" ao nível da coordenação futura entre as instituições que pode criar este projecto, que foi abordado nas últimas reuniões entre os trabalhadores e a presidência do instituto público. Isto porque, acrescentou ao mesmo jornal, duvida que haja intenção de fusão dos dois institutos por causa das suas "dimensões e características".

 

Outra experiência recente no IEFP são os 27 serviços de emprego [num total de 87] que actualmente estão a testar o horário de atendimento das 9h às 17h, ou seja, cobrindo oito horas diárias. Em entrevista ao Negócios em Fevereiro,  o presidente, Jorge Gaspar, prometeu "alargar o princípio da disponibilidade para o serviço público para as oito horas em todos os serviços de emprego", embora salvaguardando que "oito horas de atendimento não têm que corresponder necessariamente a oito horas de porta aberta". 

Ver comentários
Saber mais Instituto de Emprego e Formação Profissional Instituto de Segurança Social atendimento
Outras Notícias