Alemanha e Reino Unido menos exigentes para acordo do Brexit. Libra acelera

Os dois pólos que não encontravam até agora um consenso no acordo para o Brexit - Alemanha e Reino Unido - dão sinais de menos intransigência e fazem acreditar em avanços, numa altura em que se aproximam as datas da separação. A moeda britânica segue a ganhar terreno em relação ao euro.
Neil Hall/Reuters
pub
Negócios 05 de setembro de 2018 às 15:41

Os governos alemão e britânico abandonaram algumas das exigências chave que estavam a travar um acordo para a saída do Reino Unido do bloco, avança a Bloomberg, citando fontes próximas do processo.

Tanto a Alemanha como o Reino Unido estão dispostos a aceitar um acordo menos detalhado no que toca às relações económicas e comerciais futuras entre as duas partes. As alíneas a serem definidas, que até agora davam substância a cerca de 100 páginas, podem ficar reduzidas a um décimo.


O acordo do Brexit será divido em duas partes: primeiro, o acordo de separação, e só depois os termos das relações comerciais. As questões pendentes poderão ser retomadas mais tarde, mesmo após o dia do Brexit,
29 de Março de 2019.

Neste contexto de esperanças renovadas para o fecho de um acordo, a libra está a valorizar 0,59% em relação à moeda única, cotando nos 1,1164 euros.

Estes desenvolvimentos chegam numa altura em que o acordo parecia cada vez mais longe. Na semana passada, Londres admitiu que a data marcada para finalizar o acordo, em meados de Outubro, podia ser atrasada em um mês. Pouco antes, a primeira-ministra britânica havia afirmado que ainda acreditava num "bom acordo", mas avançou estar a tomar todas as precauções para enfrentar o cenário oposto, o qual considera que "não seria o fim do mundo".

pub

pub