Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Actividade industrial da Zona Euro atinge mínimos de um ano

Na duas maiores economias do euro, França e Alemanha, o sector ficou muito próximo da estagnação.

Reuters
Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 01 de Março de 2016 às 09:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O índice de Gestores de Compras mostra que a actividade industrial da Zona Euro caiu de 52,3 pontos em Janeiro para 51,2 pontos em Fevereiro, o valor mais baixo do último ano.

De acordo com os dados da Markit Economics, este desempenho é explicado por um abrandamento da produção, de novos pedidos, das exportações e do emprego.

A actividade industrial quase estagnou na Alemanha e em França, onde o índice ficou nos 50,5 e 50,2 pontos, respectivamente (leituras abaixo dos 50 pontos indicam contracção). Atingiu o valor mais baixo em dois anos na Irlanda, em um ano na Itália e em dois meses em Espanha.    


"Para uma região a precisar desesperadamente de reduzir o desemprego, a quase estagnação do crescimento de postos de trabalho no sector industrial é uma notícia decepcionante. As empresas estão preocupadas e a reduzir as contratações", refere o economista chefe da Markit, Chris Williamson, citado pelo jornal britânico The Guardian.

Williamson destaca, por outro lado, a queda dos preços no sector, um sinal de que "as pressões deflaccionistas podem ter aumentado" no último mês. "Com todos os indicadores - da produção à procura, passando pelo emprego e pelos preços - a abrandar, este relatório vai aumentar a pressão sobre o Banco Central Europeu para que actue rapidamente e de forma agrassiva para evitar outro abrandamento económico".  

Esta terça-feira, 1 de Março, foi também conhecido que actividade industrial e dos serviços da China atingiu novos mínimos. A actividade industrial caiu, em Fevereiro, pelo sétimo mês consecutivo, para o valor mais baixo desde Janeiro de 2009, enquanto a actividade dos serviços registou o crescimento mais lento desde Dezembro de 2008.

A actividade da indústria e dos serviços da China continua a dar sinais de deterioração, colocando desafios acrescidos às autoridades que procuram controlar o abrandamento da segunda maior economia do mundo. 


(Notícia actualizada às 09:54) 

Ver comentários
Saber mais actividade industrial Zona Euro França Alemanha
Outras Notícias