Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

João Leão retira candidatura ao Mecanismo Europeu de Estabilidade

Para evitar um impasse no Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) e por não terem conseguido obter a maioria qualificada dos votos, o ex-ministro das Finanças português retirou a sua candidatura. A desistência ocorreu por mútuo acordo com o outro candidato à corrida, o ex-ministro luxemburguês Pierre Gramegna.

Mesmo em pandemia, João Leão, ministro das Finanças, terminou o ano com um resultado orçamental melhor do que a meta que tinha definido.
Sérgio Lemos
Susana Paula susanapaula@negocios.pt 20 de Setembro de 2022 às 11:19
  • Partilhar artigo
  • 10
  • ...
Os ex-ministros das Finanças português e luxemburguês, João Leão e Pierre Gramegna, retiraram hoje as candidaturas à liderança do Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEE) por "comum acordo" e no "interesse da instituição".

A informação foi avançada nesta terça-feira, 20 de setembro, pelo Ministério das Finanças.

"Na sequência de consultas informais que tiveram lugar nos últimos meses entre os ministros das Finanças da área do euro, verificou-se que, ainda que cada um dos candidatos tenha reunido um grande número de votos, nenhum dos dois conseguiu obter a maioria qualificada de 80% dos votos necessária para ser nomeado Diretor-Geral do MEE", frisa o Ministério das Finanças. 

A nota do gabinete de Fernando Medina explica ainda que as duas candidaturas foram retiradas da corrida nesta terça-feira "para evitar um impasse e para não prejudicar a sucessão de Klaus Regling, atual diretor-geral do MEE".

De acordo com o ministério português, o presidente do Eurogrupo e presidente do Conselho de Governadores do MEE, Paschal Donohoe, "informará oportunamente sobre o processo subsequente".
Ver comentários
Saber mais Ministério das Finanças João Leão Mecanismo Europeu de Estabilidade economia negócios e finanças
Outras Notícias