Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Monti avisa a Alemanha: "A crise do euro está a ameaçar o futuro da Europa"

O primeiro-ministro italiano pede "mais margem de manobra" e "apoio moral" aos parceiros europeus, e em especial, à Alemanha.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 05 de Agosto de 2012 às 17:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 20
  • ...
Numa entrevista concedida hoje ao diário alemão "Der Spiegel", e citada pelo "El País", Monti afirma que receia que a crise da dívida acabe por dividir a Europa. "As tensões provocadas pela crise do euro mostram já sinais psicológicos de dissolução da Europa."

O primeiro-ministro diz nesta entrevista, de acordo com o "El País", que são já visíveis as divisões entre os países do norte e do sul da Europa. Monti pede assim aos países do norte da Europa que concedam "uma maior margem de manobra" aos países mais afectados pela crise da dívida. "Não se trata de mais ajudas financeiras mas sim de apoio moral", esclarece o responsável italiano.

O primeiro-ministro italiano esteve esta quinta-feira reunido com o presidente do governo espanhol, Mariano Rajoy. Nessa ocasião, que teve lugar poucos minutos após a conferência de Mario Draghi, Monti disse que "não sabe" se Itália vai pedir ajuda.

Recorde-se que o presidente do Banco Central Europeu (BCE) esclareceu, na quinta-feira, que os países têm primeiro de pedir ajuda aos fundos europeus (FEEF e MEE) e cumprir as "condições necessárias" para que o banco central possa intervir na dívida desse país.
Ver comentários
Saber mais Mario Monti Alemanha Zona Euro BCE crise da dívida
Mais lidas
Outras Notícias