Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

PCP abstém-se e abre a porta a aprovação do Orçamento

Os comunistas anunciaram esta quarta-feira que irão abster-se quinta-feira na votação final global do Orçamento do Estado abrindo caminho à aprovação do documento. A chave está agora no PAN, que apenas revelará o sentido de voto amanhã.

Miguel Baltazar
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 25 de Novembro de 2020 às 20:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...
Os comunistas anunciaram esta quarta-feira que irão abster-se quinta-feira na votação final global do Orçamento do Estado abrindo caminho à aprovação do documento. A chave está agora no PAN, que apenas revelará o sentido de voto amanhã.

O anúncio foi feito pelo líder parlamentar do PCP, João Oliveira, que destacou que os comunistas conseguiram a aprovação de várias medidas importantes, nomeadamente nas áreas da saúde e proteção social.

Mas os comunistas também reivindicam vitória em propostas para as empresas, sublinhando a possibilidade da suspensão do pagamento por conta em 2021, de modo a aliviar a tesouraria das cooperativas, micro e pequenas e médias empresas com mais dificuldades. 

Recusando a classificação de "negociações" com o Governo, mas sim "discussão", João Oliveira assinalou que o PS recusou propostas do PCP que "permitiriam obter recursos financeiros para financiar medidas na saúde e na área social, por exemplo".

O PS deverá ser o único partido a votar favoravelmente o Orçamento, enquanto a direita e o Bloco de Esquerda votarão contra. Com a abstenção do PCP, bastará ao Governo que o PAN também se abstenha para que o OE2021 tenha luz verde.

O PAN irá anunciar a sua posição numa conferência de imprensa agendada para as 09:30.
Ver comentários
Saber mais PS PCP PAN João Oliveira Governo BE política abstenção
Outras Notícias