Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Novos pensionistas perdem 351 euros em seis anos

Em 2011 o valor médio das novas pensões foi de 1.283,84 euros e em 2016 esse número ficou-se nos 932,5 euros. Os números são do Correio da Manhã segundo o qual em seis anos reformaram-se menos 14.890 funcionários.

Bloomberg
Negócios jng@negocios.pt 24 de Fevereiro de 2017 às 10:46
  • Assine já 1€/1 mês
  • 6
  • ...

O valor médio mensal das novas pensões de reforma dos funcionários públicos reduziu-se em 351,3 euros nos últimos seis anos. As contas são do Correio da Manhã, que os divulga na sua edição desta sexta-feira, 24 de Fevereiro.

 

Os números são da Caixa Geral de Aposentações e revelam que se em 2011 o valor médio das pensões era de 1.283,84 euros, em 2015 tinha baixado para 932,5 euros, uma diferença de 351 euros.

 

Também o número de novos pensionistas nunca foi tão baixo. Segundo o jornal, em 2011 pediram a aposentação 23.617 funcionários públicos, enquanto que em 2016 o número ficou nos 8.727, a espelhar não só o aumento da idade legal de reforma, mas também as penalizações por aposentações antecipadas.

 

Já o valor médio mensal das pensões de sobrevivência no Estado tem vindo a aumentar e em 2016 era de 559,38 euros, maus 37,9 euros que em 2011.

Ver comentários
Saber mais Correio da Manhã pensões Caixa Geral de Aposentações
Mais lidas
Outras Notícias