Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Um quarto dos portugueses tem qualificações a mais para o trabalho que desempenha

Portugal é o segundo país europeu com o nível mais elevado de sobrequalificação dos trabalhadores. Em 2016, 23,6% dos trabalhadores portugueses tinham qualificações mais elevadas do que as necessárias para o emprego que tem.

Os dez projetos de lei sobre teletrabalho, pensados para o período pós-pandemia, foram debatidos no início de maio, mas o trabalho na especialidade pode demorar.
Getty Images
Negócios jng@negocios.pt 18 de Outubro de 2021 às 08:29
  • Partilhar artigo
  • 5
  • ...
Um quarto dos trabalhadores tem qualificações a mais para o emprego que tem, avança o jornal Público esta segunda-feira. A conclusão é de um estudo do ISCTE que indica que a sobrequalificação está relacionada com o fraco investimento na indústria e nos serviços de alta tecnologia, e com a reduzida capacidade de contratação pública.

Portugal é o segundo país europeu com o nível mais elevado de sobrequalificação dos trabalhadores. Em 2016, 23,6% dos trabalhadores portugueses tinham qualificações mais elevadas do que as necessárias para o trabalho que desempenhavam. Apenas a Grécia supera a percentagem portuguesa, com 23,7% de trabalhadores sobrequalificados. 

Em sentido contrário, destacam-se a Finlândia (7,8%) e a República Checa (8,7%), com os níveis mais reduzidos de sobrequalificação na Europa.

O estudo deixa ainda algumas recomendações para que a situação se possa alterar no curto prazo, como a necessidade de políticas ativas de emprego dirigidas aos alunos recém-graduados para facilitar a sua transição para o mercado de trabalho, melhorando a correspondência entre qualificações adquiridas e as qualificações exigidas no emprego.


O estudo desenvolvido por três investigadores do ISCTE será apresentado nesta segunda-feira em Lisboa, durante o lançamento do Observatório do Emprego Jovem. 

Ver comentários
Saber mais trabalho macroeconomia ISCTE
Outras Notícias