Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Livro afirma que Trump sugeriu enviar doentes com covid para Guantánamo

Um livro de dois jornalistas do Washington Post afirma que o ex-Presidente dos Estados Unidos Donald Trump propôs o envio de norte-americanos regressados da Ásia com covid-19 para a base de Guantánamo, em Cuba.

Lusa 22 de Junho de 2021 às 06:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os autores, Yasmeen Abutaleb e Damian Paletta, escreveram que Trump sugeriu a ideia duas vezes em fevereiro do ano passado, quando a Organização Mundial de Saúde (OMS) não tinha ainda declarado a pandemia de covid-19 e os casos conhecidos do novo coronavírus SARS-CoV-2 estavam concentrados no continente asiático.

"Não somos proprietários de alguma ilha? Porque não Guantánamo? Importamos bens, não vamos importar um vírus", disse o ex-Presidente, durante uma reunião na sala de crise da Casa Branca, com assessores e responsáveis.

Os dois jornalistas do Post recriaram a situação no novo livro a partir de entrevistas com mais de 180 pessoas, algumas das quais responsáveis do Governo dos EUA e funcionários da saúde.

De acordo com o livro, o resto das pessoas na sala reagiu com estupefação à ideia de Trump, "preocupadas com o efeito que iria gerar colocar em quarentena os turistas norte-americanos na mesma base das Caraíbas onde o país detém suspeitos de terrorismo".

O livro, intitulado "Nightmare Scenario: Inside the Trump Administration's Response to a Pandemic That Changed History" (Cenário de pesadelo: Nos bastidores da resposta da Administração Trump a uma pandemia que mudou a história, numa tradução livre), relatou, com este episódio, processos de decisão "caóticos e muitas vezes grosseiros" na Casa Branca, repletos de "lutas de poder".

O Washington Post foi um dos grandes jornais americanos que mais criticou Trump durante o mandato e especialmente pela gestão da pandemia.

Atualmente, na base naval de Guantánamo (Cuba) estão apenas 40 dos quase 800 reclusos que chegou a receber, desde a abertura, em 2002, decidida pelo antigo Presidente dos Estados Unidos George W. Bush, em resposta aos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001.

Os Estados Unidos são o país no mundo com mais mortos (602.086) e casos de covid-19 (33.553.967).

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.868.393 mortos no mundo, resultantes de mais de 178,4 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.
Ver comentários
Saber mais Trump Casa Branca Guantánamo Yasmeen Abutaleb Damian Paletta SARS-CoV-2 doentes envio covid
Outras Notícias