Mundo Economia dos EUA cresce ao ritmo mais rápido desde 2014

Economia dos EUA cresce ao ritmo mais rápido desde 2014

O PIB dos EUA cresceu 4,1% no segundo trimestre de 2018, anunciou o Departamento do Comércio horas depois de Trump assinalar que a economia norte-americana estava com um desempenho extraordinário.
Economia dos EUA cresce ao ritmo mais rápido desde 2014
EPA
Nuno Carregueiro 27 de julho de 2018 às 13:59

A economia norte-americana cresceu no segundo trimestre deste ano ao ritmo mais elevado desde 2014, dando a Donald Trump argumentos para validar a sua política económica, marcada pela descida de impostos e medidas proteccionistas.

 

O PIB registou uma expansão homóloga de 4,1% no segundo trimestre, anunciou o Departamento do Comércio dos EUA, que reviu em baixa o crescimento dos primeiros três meses do ano em duas décimas para 2%.  

 

Apesar do bom desempenho no segundo trimestre, os economistas antecipavam um resultado ainda superior, apontando para um crescimento de 4,2%.

 

O presidente dos Estados Unidos já tinha sinalizado que a primeira estimativa para o PIB dos EUA iria ser positiva, classificando como "extraordinário" o actual estado da maior economia do mundo. "Se o primeiro número for um 4, ficamos contentes", afirmou.

 

Contudo, os economistas ouvidos pela Bloomberg adiantam que esta aceleração será temporária e em parte justificada por factores temporários. As exportações contribuíram com mais de 1 ponto percentual para o crescimento, um máximo desde 2013 que se justifica em parte pela antecipação de vendas para o exterior de produtos como soja que foram entretanto alvo de tarifas por parte da China. Já os inventários também subtraíram 1 ponto percentual ao crescimento do PIB.

 

"Não queria sobrestimar a força da economia norte-americana com base nos números desta sexta-feira. Houve um grande impulso do comércio" que não será repetível, pelo que "é improvável que tenhamos um crescimento de 4%, ou mesmo de 3%, de uma forma sustentada", disse à agência de notícias Omar Sharif, economista do Société Générale nos Estados Unidos.




pub