Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Economia dos EUA cresce ao ritmo mais rápido desde 2014

O PIB dos EUA cresceu 4,1% no segundo trimestre de 2018, anunciou o Departamento do Comércio horas depois de Trump assinalar que a economia norte-americana estava com um desempenho extraordinário.

EPA
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 27 de Julho de 2018 às 13:59
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A economia norte-americana cresceu no segundo trimestre deste ano ao ritmo mais elevado desde 2014, dando a Donald Trump argumentos para validar a sua política económica, marcada pela descida de impostos e medidas proteccionistas.

 

O PIB registou uma expansão homóloga de 4,1% no segundo trimestre, anunciou o Departamento do Comércio dos EUA, que reviu em baixa o crescimento dos primeiros três meses do ano em duas décimas para 2%.  

 

Apesar do bom desempenho no segundo trimestre, os economistas antecipavam um resultado ainda superior, apontando para um crescimento de 4,2%.

 

O presidente dos Estados Unidos já tinha sinalizado que a primeira estimativa para o PIB dos EUA iria ser positiva, classificando como "extraordinário" o actual estado da maior economia do mundo. "Se o primeiro número for um 4, ficamos contentes", afirmou.

 

Contudo, os economistas ouvidos pela Bloomberg adiantam que esta aceleração será temporária e em parte justificada por factores temporários. As exportações contribuíram com mais de 1 ponto percentual para o crescimento, um máximo desde 2013 que se justifica em parte pela antecipação de vendas para o exterior de produtos como soja que foram entretanto alvo de tarifas por parte da China. Já os inventários também subtraíram 1 ponto percentual ao crescimento do PIB.

 

"Não queria sobrestimar a força da economia norte-americana com base nos números desta sexta-feira. Houve um grande impulso do comércio" que não será repetível, pelo que "é improvável que tenhamos um crescimento de 4%, ou mesmo de 3%, de uma forma sustentada", disse à agência de notícias Omar Sharif, economista do Société Générale nos Estados Unidos.

Ver comentários
Saber mais presidente dos Estados Unidos Donald Trump Departamento do Comércio dos EUA
Mais lidas
Outras Notícias