Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Gorbachev: Mundo perde líder global imponente e defensor incansável da paz, diz Guterres

António Guterres, que apresentou em nome da ONU as condolências "à família, ao povo e ao governo da Federação Russa", recordou as palavras de Gorbachev quando este recebeu o Prémio Nobel da Paz em 1990 e observou que a "paz não é unidade na semelhança, mas unidade na diversidade".

Mike Segar/Reuters
Lusa 30 de Agosto de 2022 às 23:37
  • Partilhar artigo
  • ...
O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, disse esta terça-feira que "o mundo perdeu um líder global imponente, multilateralista comprometido e defensor incansável da paz" com a morte do último presidente da União Soviética Mikhail Gorbachev.

"Fiquei profundamente triste ao saber da morte de Mikhail Gorbachev, um estadista único que mudou o curso da história. Ele fez mais do que qualquer outro indivíduo para trazer o fim pacífico da Guerra Fria", sublinhou o diplomata português, citado em nota de imprensa.

Para o responsável das Nações Unidas, o "mundo perdeu um líder global imponente, multilateralista comprometido e defensor incansável da paz".

António Guterres, que apresentou em nome da ONU as condolências "à família, ao povo e ao governo da Federação Russa", recordou as palavras de Gorbachev quando este recebeu o Prémio Nobel da Paz em 1990 e observou que a "paz não é unidade na semelhança, mas unidade na diversidade".

"[Gorbachev] Colocou em prática essa visão vital ao seguir o caminho da negociação, reforma, transparência e desarmamento", salientou.

O líder da ONU referiu também que nos últimos anos o ex-líder da URSS "abraçou um novo desafio" importante para o bem-estar da humanidade, ao fundar a Green Cross International, de "criar um futuro sustentável cultivando relações harmoniosas entre os seres humanos e o meio ambiente".

O ex-líder da União Soviética Mikhail Gorbachev morreu hoje aos 91 anos, adiantaram as agências de notícias russas.

Tass, RIA Novosti e Interfax citaram o Hospital Clínico Central.

O gabinete de Gorbachev havia dito que o ex-chefe de Estado estava em tratamento no hospital.

Segundo as informações iniciais, Mikhail Gorbachev será enterrado no cemitério Novodevichy, em Moscovo, onde se encontram os restos mortais de figuras importantes da história russa, assim como o túmulo da sua esposa, Raísa.

O último presidente da União Soviética vivia longe dos holofotes dos 'media' há anos, devido a problemas de saúde

Como último líder da União Soviética, Mikhail Gorbachev travou uma batalha perdida para salvar um império fragilizado, mas produziu reformas extraordinárias que levaram ao fim da Guerra Fria.

O antigo secretário-geral do Partido Comunista da União Soviética (PCUS), entre 1985 e 1991, desencadeou uma série de mudança que resultaram no colapso do Estado soviético autoritário, na libertação das nações do Leste Europeu do domínio russo e no fim de décadas de confronto nuclear Leste-Oeste.

Gorbachev ganhou o Prémio Nobel da Paz em 1990 pelo seu papel no fim da Guerra Fria e passou os seus últimos anos a colecionar elogios e honras em todo o mundo, contrariando a visão da Rússia, onde era -- e é -- desprezado.
Ver comentários
Outras Notícias