Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

IL adianta que Governo "não tem intenção de voltar a confinar atividades económicas"

Após a reunião com o Governo sobre as novas medidas de restrição devido à pandemia, os liberais destacam que as medidas que o Executivo deverá impor "não são idênticas às do ano passado" e que continuará a ser exigido certificado ou teste negativo para entrar em determinados lugares.

Lusa
Joana Almeida JoanaAlmeida@negocios.pt 23 de Novembro de 2021 às 13:01
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
O Iniciativa Liberal (IL) adiantou esta terça-feira que não deverão ser "confinadas as atividades económicas". Após terem estado reunidos com o Governo, os liberais destacam que as restrições que o Executivo deverá impor não são idênticas às do ano passado e que vai continuar a ser exigido certificado ou teste negativo em determinados lugares.

"Fiquei agradado com o facto de não haver intenção por parte do Governo de voltar a confinar as atividades económicas e a proceder a restrições idênticas às que tivémos no ano passado", referiu o presidente e deputado único do IL, João Cotrim Figueiredo, depois de ter sido recebido pelo Governo para discutir as novas medidas de combate à covid-19.

O agravamento das restrições, que poderá ser anunciado já no Conselho de Ministros desta quinta-feira, prevê outro "ponto positivo" para os liberais: a autoavaliação de risco terá "um papel mais importante do que teve no passado", dando às pessoas a "responsabilidade de avaliar as situações da sua vida pessoal e profissional em que há maior risco". 

Face a essa avaliação pessoal de risco, João Cotrim Figueiredo frisou que os portugueses terão de "avaliar as condições em que se devem comportar nessas situações". 

O líder dos liberais manifestou ainda "discordância" com a manutenção da exigência de certificados ou testes para determinadas atividades, imposta "centralmente" pelo Governo, "sem que isso seja decidido com os promotores dessas atividades".

"Isso não faz sentido. O que faz sentido é as pessoas poderem ter a noção e a informação correta das condições em que cada evento e que cada situação estão a ser programados, e decidirem se querem fazer parte dessa ocasião social ou não", sublinhou, apelando ainda a uma comunicação mais clara por parte das autoridades de saúde.
Ver comentários
Saber mais IL Governo João Cotrim Figueiredo Iniciativa Liberal
Outras Notícias