Política Trump anuncia demissão de Sessions como procurador-geral dos EUA

Trump anuncia demissão de Sessions como procurador-geral dos EUA

Decisão foi anunciada esta quarta-feira e terá sido o próprio presidente norte-americano a pedir a Sessions que abandonasse o cargo.
Trump anuncia demissão de Sessions como procurador-geral dos EUA
Reuters
Sábado 07 de novembro de 2018 às 20:00
O procurador-geral dos Estados Unidos da América, Jeff Sessions, já não é membro do Departamento da Justiça de Donald Trump. A decisão foi anunciada esta quarta-feira e terá sido o próprio presidente norte-americano a pedir a Sessions que abandonasse o cargo.

A saída daquele que liderava a pasta da Justiça na Administração de Trump chega mais de um ano e meio depois de repreensões por parte de Trump, que continuamente o culpou pela investigação do procurador-especial Robert Mueller à alegada ingerência russa nas eleições norte-americanas.

Questionado sobre a segurança de Sessions como procurador-geral no início desta quarta-feira, Trump referiu que preferiria responder acerca deste caso mais tarde. Num dos mais recentes comentários acerca de Sessions, o presidente norte-americano considerou mesmo que o procurador "nunca conseguiu o controlo do Departamento da Justiça", chamando-o – em diversas ocasiões – de "idiota", "vergonhoso" e "confrangido".

 

Em Agosto deste ano, Trump queixou-se à imprensa de que a investigação sobre a ingerência russa nunca teria sido lançada se Sessions fosse um "verdadeiro" procurador-geral para a conseguir parar. Em resposta, Sessions considerou que, enquanto estivesse no lugar, "as acções do Departamento da Justiça não seriam influenciadas por considerações políticas".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI