Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Funcionário da Tesla suspeito de sabotar empresa por não ter sido promovido

A Tesla suspeita que um trabalhador sabotou a empresa. Elon Musk revelou o caso através de um e-mail interno enviado aos funcionários. E adianta que os actos foram praticados depois de o funcionário não te sido promovido.

3. Tesla Motors
Chris Ratcliffe
Raquel Murgeira raquelmurgeira@negocios.pt 19 de Junho de 2018 às 11:31
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O CEO da Tesla, Elon Musk, enviou um email interno aos funcionários da fabricante de automóveis eléctricos a reportar um acto "extensivo e prejudicial de sabotagem" contra as operações da empresa, segundo avança a Reuters.

O email foi enviado depois de o presidente executivo da Tesla ter descoberto que um empregado, cuja identidade não foi revelada, tinha vindo a praticar actos de sabotagem contra a empresa. O funcionário acusado pretendia ser promovido na companhia, promoção essa que nunca chegou a acontecer.

O empregado invadiu o sistema operativo de fabrico dos veículos, tendo enviado dados confidenciais a terceiros. O trabalhador acusado terá ainda alterado o código informático do sistema operativo da marca, segundo adiantou o email que Musk enviou aos funcionários e a que a Reuters teve acesso.

"A extensão total das suas acções ainda não está clara, mas o que ele admitiu até agora é muito mau", escreveu Musk no email, citado na Reuters. Musk explica a motivação do autor destes actos: "queria uma promoção que não recebeu".  

Ainda na mensagem enviada aos funcionários, Elon Musk escreveu que a empresa estaria a investigar o sucedido ao longo desta semana para descobrir se o funcionário agiu sozinho ou em conjunto com "qualquer organização externa".

"Como sabem, há uma longa lista de organizações que querem que a Tesla morra", salientou o presidente executivo no email, citado na agência noticiosa.

O sucedido acontece numa altura em que a Tesla está a tentar aumentar o ritmo de produção do Modelo 3  para 5.000 veículos por semana. Uma meta que o CEO da companhia estima atingir já em finais deste mês.

Ainda no decorrer do mês de Junho, a Tesla anunciou que iria eliminar 9% dos postos de trabalho  actualmente existentes na empresa, prosseguindo com o plano de reestruturação traçado por Elon Musk com o objectivo de atingir lucros anuais.

Ver comentários
Saber mais Tesla economia negócios e finanças modelo 3 sabotagem Elon Musk funcionários empresas tecnologia veículos eléctricos
Mais lidas
Outras Notícias