Banca & Finanças Axa Portugal deixou de existir

Axa Portugal deixou de existir

Ageas Portugal é a nova marca da rede que a Axa tinha em Portugal. A empresa que vive da mediação vai ter Steven Braekeveldt como presidente executivo.
Axa Portugal deixou de existir
Bruno Simão
Diogo Cavaleiro 26 de abril de 2016 às 20:07

A Axa Portugal deixou de existir em Portugal. Agora, a nova marca é Ageas Seguros, uma substituição que se deveu à compra da unidade da empresa francesa pelo grupo belga.

 

A marca Ageas Seguros foi lançada esta terça-feira, 26 de Abril, substituindo as insígnias sob a Axa Portugal, como a Direct. A empresa junta-se, assim, ao grupo onde já está integrada a Ocidental (Seguros, Pensões e Médis), seguradora que trabalha com o BCP.

 

Assim, o grupo Ageas junta dois modelos de negócios mas que é sua intenção manter separados: a Ocidental mantém a "bancassurance", em que os produtos seguradores são vendidos aos balcões, enquanto a Ageas Seguros (antiga Axa) se centra nos mediadores e no seguro directo.

 

"Esta aquisição enquadra-se na estratégia global de crescimento sustentado do grupo, investindo num mercado onde já opera, reforçando a sua posição no ramo não vida [acidente automóvel, trabalho e afins] e apostando na diversificação e complementaridade dos seus canais de distribuição", indica o comunicado de imprensa enviado às redacções esta terça-feira, dia em que foi feita uma conferência para a apresentação da nova marca.

 

A saída da marca Axa realizou-se esta terça-feira, 26 de Abril, dia em que os accionistas tinham de votar a alteração dos estatutos, conforme noticiou o Negócios no final de Março.

Interinamente à frente da empresa vai ficar Steven Braekeveldt, o presidente da Ageas Continental Europe, depois de o grupo ter afastado a equipa que estava à frente da Axa, com Violeta Ciurel à cabeça. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI