Banca & Finanças Emissão do Novo Banco permite troca de 258,8 milhões de dívida mais cara

Emissão do Novo Banco permite troca de 258,8 milhões de dívida mais cara

O Novo Banco conseguiu, na oferta de troca de obrigações seniores por obrigações de tier 2, emitir 258,5 milhões de novos títulos. 141,2 milhões foram para novos investidores. E livrou o Fundo de Resolução de entrar.
Emissão do Novo Banco permite troca de 258,8 milhões de dívida mais cara
Miguel Baltazar/Negócios
Alexandra Machado 29 de junho de 2018 às 17:26

O Novo Banco concluiu a emissão de 400 milhões de euros de dívida subordinada, garantindo ter registado mais do dobro da procura. 

Em comunicado, a instituição financeira liderada por antónio Ramalho explica tratar-se da "primeira emissão de dívida por parte do Novo Banco desde a sua criação e representa o regresso do banco ao mercado". Por outro lado, o banco conseguiu que o Fundo de Resolução não fosse chamado a tomar firme a emissão.

O Novo Banco avança que emitiu 258,8 milhões de euros de novas obrigações Tier 2 que vão servir para a troca das obrigações seniores existentes, o que corresponde a 62,5% da emissão. Para os novos investidores, a tranche atingiu 141,2 milhões de novas obrigações, tendo "a procura atingido mais de 2,2 vezes o montante realizado".

A colocação foi, como o Negócios tinha avançado, a uma taxa mínima de 8,5%, "mas como houve uma larga adesão na troca de obrigações cupão zero de longo prazo (mais de 80%), o custo marginal para o banco será cerca de 1/4 daquele valor". A taxa é menor do que a das obrigações seniores.

A emissão Tier 2 e a oferta de aquisição e de troca deverão ter liquidação financeira em 6 de Julho de 2018.

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI