Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Receitas da McDonald’s ficam aquém do esperado

A maior cadeia de restauração do mundo conseguiu crescer na Europa, com França a superar a Alemanha.

Bloomberg
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 21 de Outubro de 2013 às 14:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A McDonald’s apresentou vendas abaixo do previsto pelos analistas, apesar de ter revelado um avanço das receitas tanto nos Estados Unidos como na Europa. Na Ásia e em África, os resultados foram negativos.

 

As receitas da empresa norte-americana subiram 2,4% para se fixarem em 7,32 mil milhões de dólares (5,35 mil milhões de euros), o que fica aquém dos 7,33 mil milhões de dólares antecipados pela compilação de estimativas feita pela Bloomberg.

 

Os resultados da McDonald’s no terceiro trimestre deste ano, apresentados esta segunda-feira em comunicado, apontam para um avanço de 4,6% do resultado líquido para 1,52 mil milhões de dólares (1,11 mil milhões de euros) ou 1,52 dólares por acção, desta vez acima dos 1,51 dólares previstos.

 

Em termos regionais, os Estados Unidos foram um bom mercado para a companhia liderada por Donald Thompson, tendo as vendas crescido 0,7% neste trimestre.

 

Na Europa, as vendas da McDonald’s subiram, em termos comparáveis, 0,2%. O resultado operacional avançou 11%, “reflectindo um forte desempenho no Reino Unido, Rússia, com os resultados sólidos em França [a serem] parcialmente ofuscados pela Alemanha”. A cadeia de restauração adianta que as alterações que estão a ser feitas a nível de menu e de marketing pretendem dar força ao negócio europeu no longo prazo. Não há dados para Portugal, sendo que, em 2012, o volume de negócios deslizou pela primeira vez na história da cadeia em território nacional.

 

As vendas comparáveis na Ásia/Pacífico, Médio Oriente e África deslizaram 1,4% no trimestre, com um enfraquecimento das operações na China, Japão e Austrália.

Ver comentários
Saber mais McDonald's Donald Thompson
Outras Notícias