Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Consórcio da Mota-Engil ganha contrato de 133 milhões da Câmara de Lisboa

A Câmara de Lisboa aprovou esta terça-feira a adjudicação da empreitada para execução dos Túneis de Drenagem de Lisboa, "um dos maiores do país e o maior alguma vez realizado" pela autarquia. O consórcio que integra a Mota-Engil derrotou os espanhóis da Acciona.

Mota-Engil
Negócios 22 de Dezembro de 2020 às 19:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 5
  • ...

O consórcio da Mota-Engil com a francesa SPIE Batignolles venceu o concurso internacional lançado pela Câmara Municipal de Lisboa (CML) para os túneis de drenagem da capital, um investimento de cerca de 133 milhões de euros.

Em comunicado, no qual não identifica o vencedor do concurso, a autarquia liderada por Fernando Medina refere que foi aprovada "a proposta de adjudicação da empreitada para execução dos Túneis de Drenagem de Lisboa, estruturas centrais para a resiliência da cidade aos impactos das mudanças climáticas, preparando-a para cheias que ocorram em eventos pluviais elevados".

Este concurso, diz a autarquia, é "um dos maiores do país e o maior alguma vez realizado pela Câmara Municipal de Lisboa, envolvendo um investimento da ordem de 133 milhões de euros".

As obras deverão arrancar até março e prolongar-se até "meados de 2024".

O contrato prevê a construção para "o transvase de bacias" de dois túneis, entre Monsanto/Sta. Apolónia (5 km) e Chelas/Beato (1 km), ambos com diâmetro de 5,5 metros, detalha o comunicado.

O consórcio que integra a construtora portuguesa disputava a adjudicação com os espanhóis da Acciona.

A Mota-Engil conquistou recentemente várias adjudicações em consórcio com a SPIE Batignolles, nomeadamente a empreitada da segunda fase de expansão do Metropolitano de Lisboa, no valor de 73,5 milhões de euros.


 

Ver comentários
Saber mais Mota-Engil SPIE Bagnolles Câmara Municipal de Lisboa Túneis de Drenagem de Lisboa construção e obras públicas adjudicação
Outras Notícias