Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ironman procura novo dono por mil milhões

A Wanda Sports pretende vender por mil milhões de dólares a marca de uma das competições de triatlo mais famosas do mundo.

Negócios com Bloomberg 17 de Fevereiro de 2020 às 13:22
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

A chinesa Wanda Sports Group, dona de uma das competições mais duras do mundo, a prova de triatlo Ironman, quer vender o negócio que comprou em 2015, noticia a Bloomberg esta segunda-feira, 17 de fevereiro.

 

De acordo com a agência noticiosa, a empresa, que pertence ao conglomerado do bilionário chinês Wang Jianlin, está a trabalhar com um assessor para vender a famosa competição e já manteve conversações com alguns interessados. O objetivo é encaixar mil milhões de dólares (cerca de 923 milhões de euros) com a venda do negócio do triatlo.

 

No ano passado, a Wanda Sports recusou entrar em negociações com a Organização dos Triatletas Profissionais, que propôs comprar a marca alegando que o endividamento excessivo da empresa chinesa a estava a impedir de investir nas operações do Ironman.

 

Com uma dívida total de 968 milhões de dólares, a Wanda Sports já desvalorizou 63% desde o IPO em julho de 2019, reduzindo o seu valor de mercado para cerca de 409 milhões de dólares.

O triatlo Ironman, organizado pela World Triathlon Corp., consiste em aproximadamente 3,8 kms de natação, 180,2 kms de ciclismo e 42,2 kms de corrida.

O negócio foi adquirido há cinco anos pela empresa chinesa por cerca de 650 milhões de dólares.

Portugal recebe pela primeira vez este ano o "full" Ironman, depois de ter realizado, em Cascais, nos últimos três anos, o Ironman 70.3, uma versão da prova que corta pela metade as distâncias das três modalidades. O país entra assim no calendário de provas de qualificação para o Campeonato do Mundo de Ironman, que será realizado em Kailua-Kona, no Hawai. 

Ver comentários
Saber mais ironman Wanda Sports
Mais lidas
Outras Notícias