Desporto Oficial: FC Porto confirma à CMVM rescisão com Lopetegui

Oficial: FC Porto confirma à CMVM rescisão com Lopetegui

Está confirmado o final da ligação contratual entre os dragões e Julen Lopetegui. Em comunicado enviado à CMVM, a SAD portista anuncia que negoceia os termos da rescisão. Rui Barros vai substituir por enquanto o treinador.
Oficial: FC Porto confirma à CMVM rescisão com Lopetegui
Luis Vieira

Pinto da Costa já não quer Julen Lopetegui como treinador do FC Porto. Após época e meia ao leme dos dragões, prepara-se o fim para a ligação contratual do treinador basco com a equipa azul e branca.

Em comunicado enviado esta sexta-feira, 8 de Janeiro, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a SAD portista confirmou ter tomado a decisão de prescindir dos contributos de Lopetegui, cujo ligação contratual com os dragões se prolongava até ao final da época desportiva 2016-2017. "A Futebol Clube do Porto – Futebol, SAD vem comunicar ao mercado que a sua administração tomou a decisão de substituir a equipa técnica liderada por Julen Lopetegui", diz o documento.

Apesar das garantias que foram sendo dadas pelo presidente dos dragões, Jorge Nuno Pinto da Costa acabou por ceder à pressão dos adeptos e dos resultados menos conseguidos por Lopetegui à frente da equipa portista. Assim, a notícia que foi inicialmente avançada na passada quinta-feira pela imprensa espanhola, foi agora confirmada pela direcção da SAD do FC Porto. "O FC Porto e Julen Lopetegui estão neste momento a negociar os termos da rescisão do contrato", avança o mesmo comunicado. "O treino desta sexta-feira será orientado por Rui Barros, que assume interinamente a direcção técnica da equipa profissional de futebol", adianta ainda. 


O comunicado foi publicado pela SAD azul e branca depois de a CMVM ter optado por suspender a negociação das suas acções à espera de "informação relevante". Depois de divulgada a substituição do treinador espanhol, as acções do Porto puderam voltar a ser negociadas. 

Depois de na época passada Lopetegui não ter conseguido ser campeão, ficando-se pela segunda posição, a prestação ao nível doméstico do antigo guarda-redes acabou por ser compensada pela boa prestação alcançada na Liga dos Campeões, em que os dragões foram eliminados apenas nos quartos-de-final.


No entanto, já esta época o afastamento prematuro da Liga dos Campeões, aliado a um conjunto de maus resultados - derrotas frente ao Marítimo para a Taça da Liga, e contra o Sporting, que ditou a perda da liderança da Liga, a que se seguiu um empate, esta quarta-feira, com o Rio Ave – acabou por ditar o afastamento de Julen Lopetegui do comando dos destinos da equipa azul e branca.

Lopetegui torna-se assim num dos únicos treinadores que, ao longo dos últimos 30 anos, passaram pelo Dragão sem conquistar nenhum título. Não contando com Luís Castro, que assumiu funções interinas, desde José Couceiro que tal não acontecia. Isto depois de nos últimos dois Verões a SAD azul e branca ter feito importantes investimentos, colocando ao dispor do treinador espanhol dois dos mais caros plantéis de sempre em Portugal. No Verão passado, numa transferência que custou aos cofres dos dragões 20 milhões de euros, Imbula tornou-se mesmo no futebolista mais caro de sempre do futebol português.  



(Notícia actualizada às 11:27 com mais informações)




pub

Marketing Automation certified by E-GOI