Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Consulta Pública da TDT arranca “de imediato”

A consulta pública sobre a Televisão Digital Terrestre (TDT) vai arrancar de imediato avançou o secretário de estado das Comunicações Paulo Campos acrescentando que o concurso será lançado no primeiro trimestre do próximo ano.

Ana Torres Pereira atp@negocios.pt 14 de Novembro de 2006 às 16:36

A consulta pública sobre a Televisão Digital Terrestre (TDT) vai arrancar de imediato avançou o secretário de estado das Comunicações Paulo Campos acrescentando que o concurso será lançado no primeiro trimestre do próximo ano.

Paulo campos, na sessão de abertura do 16º Congresso das Comunicações, promovido pela Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações (APDC), anunciou que "a consulta pública vai arrancar de imediato" acrescentando que "este é um concurso muito importante".

O governante reiterou que este concurso está condicionado à Oferta Pública de Aquisição lançada sobre a Portugal Telecom. No entanto, o governo quer iniciar a consulta pública para que "logo que possível seja lançado o concurso".

Mário Freitas, responsável da TDT, avançou na semana passada, em entrevista ao Jornal de Negócios que a Anacom já foi abordada por mais de dez interessadas na Televisão Digital Terrestre (TDT), revelou ao Jornal de Negócios o responsável da TDT na Anacom, Mário Freitas.

PT, Sonaecom, AR Telecom, a francesa TDF, a Retevisión, RTP, Impresa, Media Capital, Cofina, Controlinveste são algumas das entidades. "É uma panóplia de potenciais interessados que de forma directa ou indirecta já me perguntaram como está o processo da TDT e quais são os ‘timings’. São as mesmas questões, porque são aquelas que vão permitir definir estratégias e alianças", acrescenta.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio