Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Corticeira Amorim mantém dividendo nos 18,5 cêntimos

A empresa liderada por António Rios Amorim vai propor o pagamento de um dividendo de 18,5 cêntimos, a que corresponde uma rendibilidade de 1,97%.

Todos os analistas que seguem a empresa de cortiça recomendam manter as acções em carteira. Apesar de nenhuma recomendação ser de comprar, o potencial de valorização é elevado (22%), tendo em conta o preço-alvo médio de 12,03 euros.
Jorge Miguel Gonçalves/Sábado
Rita Faria afaria@negocios.pt 26 de Fevereiro de 2019 às 07:38
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

No mesmo dia em que revela que os seus lucros aumentaram 6% para 77,4 milhões de euros em 2018, a Corticeira Amorim propõe o pagamento de um dividendo de 18,5 cêntimos por ação, o mesmo valor do ano anterior.  

"O conselho de administração deliberou propor à Assembleia Geral de Acionistas, a ter lugar em 12 de abril de 2019, a distribuição de um dividendo bruto de 0,185 euros/ação", informa a empresa, no comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Se a proposta for aprovada, a empresa liderada por António Rios Amorim vai distribuir aos acionistas um total de 24,6 milhões de euros, o que significa que o "payout" é de 31,78%.

Tendo em conta a última cotação de 9,37 euros (no fecho da sessão de segunda-feira), ao dividendo de 18,5 cêntimos corresponde uma rendibilidade de 1,97%.

Em relação ao exercício de 2017, a empresa também já havia pago um dividendo do mesmo valor, que na altura traduziu um aumento de 0,5 cêntimos face ao ano anterior.

Contudo, além dos 18,5 cêntimos por ação que foram pagos em abril do ano passado, acresceu um dividendo extraordinário de 8,5 cêntimos por ação, que a empresa decidiu pagar em dezembro, após a apresentação dos resultados relativos aos primeiros nove meses do ano.

Ver comentários
Saber mais Corticeira Amorim lucros dividendos
Outras Notícias