Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

El-Assir era testa-de-ferro do BPN

As três sociedades "off-shores" detidas pelo empresário libanês Abdul Rahman El-Assir eram, na realidade, do Banco Português de Negócios, confirmou hoje Francisco Sanches, antigo braço-direito de José de Oliveira Costa, na comissão parlamentar.

El-Assir era testa-de-ferro do BPN
Maria João Gago mjgago@negocios.pt 03 de Março de 2009 às 21:04
As três sociedades "off-shores" detidas pelo empresário libanês Abdul Rahman El-Assir eram, na realidade, do Banco Português de Negócios, confirmou hoje Francisco Sanches, antigo braço-direito de José de Oliveira Costa, na comissão parlamentar.

Em resposta a questões de Nuno Melo, do CDS-PP, o ex-gestor da SLN, disse ser verdade que os três veículos atribuídos a El-Assir eram do grupo português. "Então, o Grupo El-Assir não existia", concluiu Nuno Melo após a resposta de Sanches.


Assim, o investidor libanês, que Manuel Dias Loureiro indicou para cliente do BPN, funcionou como testa-de-ferro do banco. Isto porque as suas sociedades "off-shores" contraíram créditos junto do BPN que, segundo confirmou Sanches, tinham créditos de oito milhões de euros junto do banco sem que tenham sido prestadas quaisquer garantias.


El-Assir era accionista da empresa porto-riquenha Biometrics cuja venda à SLN/BPN foi negociada por Dias Loureiro e Oliveira Costa e que resultou em prejuízos de 38 milhões de dólares para o grupo.

Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio