Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

E.ON considera compra de uma participação de até 25% no capital da Enel

A alemã E.ON está a estudar adquirir uma participação na Enel com o objectivo de a fazer retirar da Endesa, de acordo com a imprensa internacional. Contudo a adquirir uma posição será depois da assembleia geral da Endesa que está agendada para 20 de Março

Negócios negocios@negocios.pt 05 de Março de 2007 às 09:40
  • Partilhar artigo
  • ...

A alemã E.ON está a estudar adquirir uma participação na Enel com o objectivo de a fazer retirar da Endesa, de acordo com a imprensa internacional. Contudo a adquirir uma posição será depois da assembleia geral da Endesa que está agendada para 20 de Março.

A E.ON poderá comprar uma participação até 25% do capital da italiana Enel para obrigar a eléctrica a desfazer-se das acções que detém na Endesa e que a E.On quer comprar, de acordo com vários jornais internacionais.

Ainda assim esta possibilidade não será para pôr em prática já, segundo o jornal alemão "Frankfurter Allgemeine Zeitung" que não identifica a fonte de informação, que diz que a E.On vai esperar pelo menos até ao desfecho da AG da Endesa.

A E.ON poderá assim usar a posição que comprará na Enel como moeda de troca. De acordo com a revista "Der Spiegel", a empresa alemã poderá oferecer-se para trocar a posição que adquirir na Enel pelas acções que a italiana tem na Endesa.

Após vários meses de aumentos de contrapartidas por parte da E.ON para convencer os accionistas da Endesa a venderem e de implementação de medidas por parte da espanhola para travar a tentativa de aquisição por parte da E.ON, a Endesa acabou por concordar com a operação.

No dia 7 de Fevereiro o conselho de administração da Endesa anunciou que apoia a OPA de 41 mil milhões de euros apresentada pela alemã E.On. O conselho de administração da eléctrica espanhola considerou "adequada" do ponto de vista financeiro a oferta de 38,75 euros por acção feita pela E.On na sua OPA.

Ver comentários
Outras Notícias