Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

JP Morgan aceita pagar 1,83 mil milhões a investidores da falida Enron

A JP Morgan Chase chegou acordo com os investidores da Enron para pagar uma indemnização de 2,2 mil milhões de dólares (1,83 mil milhões de euros), por ter ajudado a inflacionar as receitas e a esconder a dívida da empresa que foi á falência.

Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 15 de Junho de 2005 às 10:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A JP Morgan Chase chegou acordo com os investidores da Enron para pagar uma indemnização de 2,2 mil milhões de dólares (1,83 mil milhões de euros), por ter ajudado a inflacionar as receitas e a esconder a dívida da empresa que foi á falência.

Este acordo surge depois de também o Citigroup ter aceite pagar 2 mil milhões de euros (1,66 mil milhões de dólares) aos investidores da Enron.

Estes pedem uma indemnização total de 30 mil milhões de dólares (25 mil milhões de euros) aos bancos de investimento que estiveram relacionados com a falência da Enron. A Merrill Lynch, o Credit Suisse e outros seis bancos de investimento têm ainda de resolver as estas disputas legais com os investidores da Enron.

No total os investidores já conseguiram recuperar um total de 4,7 mil milhões de dólares, incluindo as indemnizações recebidas de outros bancos e dos administradores da Enron.

A empresa chegou a ser a sétima maior empresa dos Estados Unidos, mas perdeu 67 mil milhões de dólares de capitalização bolsista em 16 meses, vindo depois a declarar falência.

Num dos maiores casos de fraude contabilista da história empresarial americana, os investidores da Enron acusaram vários bancos de terem ajudado a companhia a esconder a elevada dívida e a inflacionar as receitas.

Apesar de ter aceite pagar uma indemnização, a JP Morgan continua a afirmar que teve um procedimento correcto neste caso.

Na falência da Worldcom, a JP Morgan também pagou uma indemnização de 2 mil milhões de dólares (1,66 mil milhões de dólares). O valor a pagar no caso Enron corresponde à quase totalidade dos lucros obtidos no primeiro trimestre, que ascenderam a 2,26 mil milhões de dólares.

Mais lidas
Outras Notícias