Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Lucros da Novabase caem 77% para 1,6 milhões (act)

Os lucros da Novabase caíram 77% para os 1,6 milhões de euros em 2008, contra os sete milhões de euros do período homólogo, revelou a tecnológica em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Ana Filipa Rego arego@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2009 às 17:12
  • Partilhar artigo
  • ...
Os lucros da Novabase caíram 77% para os 1,6 milhões de euros em 2008, contra os sete milhões de euros do período homólogo, revelou a tecnológica em comunicado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Segundo a mesma fonte, retirando o efeito das operações descontinuadas (provisão de 8,8 milhões do fecho do negócio de Mobility Solutions) teriam aumentado 3,7%. A empresa ressalva que o volume de negócios e o EBITDA apresentados não consideram o negócio de Mobility Solutions (descontinuado no decurso do primeiro trimestre de 2008) e consideram o negócio da TV na Alemanha na totalidade em 2006 e em 2007 mas apenas nos primeiros nove meses em 2008 (deixou de ser consolidado no quarto trimestre).

O EBITDA, ou “cash flow” operacional, atingiu os 21,1 milhões de euros, o que representa um decréscimo de 8,6% face aos 23 milhões de euros obtidos nos 12 meses de 2007.

A margem EBITDA foi de 7, 2%, abaixo dos 8,5% de margem obtidos no período homóogo. “Esta quebra deve-se, essencialmente, ao mau desempenho da participada alemã da área de Digital TV”, sublinha o comunicado.

As vendas e prestação de serviços consolidados da Novabase atingiram o montante de 292 milhões de euros, valor que corresponde a um incremento de 8,1% face aos 270,1 milhões de euros registados em 2007.

Estes resultados superaram as previsões da própria empresa que, no ano passado as reviu por duas vezes em baixo. A tecnológica separou por completo a sua actividade nesta área da TechnoTrend, para ter apenas uma participação financeira nesta última. Esta alteração fez com que a tecnológica tenha revisto em baixa, pela segunda vez, as suas perspectivas para 2008.

Nesta última estimativa, a tecnológica previa vendas superiores a 260 milhões, tendo estas atingido os 292 milhões de euros e um EBITDA compreendido entre os 19 e s 20 milhões de euros, quando este foi de 21,1 milhões de euros.

Ver comentários
Outras Notícias