Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Odebrecht reestrutura portfólio em Portugal

Grupo vende participações em quatro auto-estradas à Ascendi para se focar em projectos que estão em desenvolvimento em Portugal

Maria João Babo mbabo@negocios.pt 14 de Dezembro de 2010 às 14:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
A Odebrecht quer centrar-se em projectos que estão em desenvolvimento em Portugal, como seja a alta velocidade, a plataforma logística do Poceirão e a concessão do Baixo Tejo.

O grupo brasileiro, que detém a construtora Bento Pedroso, anunciou ter vendido à Ascendi, concessionária detida pela Mota-Engil e pelo Banco Espírito Santo, as posições que detinha nas auto-estradas Costa de Prata, Norte, Beiras Litoral e Alta e Grande Porto.

"Estas alienações são feitas no âmbito da reestruturação do seu portfolio de investimentos em Portugal, permitindo-lhe, simultâneamente, centrar-se nos projectos infra-estruturantes em desenvolvimento no País, designadamente nos sectores rodoviário, ferroviário e parques logísticos”, explicou a construtora. Entre estes projectos, refere, encontram-se as ligações ferroviárias em alta velocidade (TGV), a plataforma logística do Poceirão e a concessão do Baixo Tejo.

Pelas posições accionistas do grupo brasileiro naquelas quatro concessões, a Ascendi investiu 126 milhões de euros.

Com esta operação, a empresa detida pelo BES e Mota passou a deter 80,2% da Ascendi Costa da Prata, Ascendi Beiras Litoral e Alta e Ascendi Grande Porto e 74,87% da Ascendi Norte.
Ver comentários
Saber mais Odebrecht auto-estradas Portugal
Mais lidas
Outras Notícias