Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sonae Sierra poupa 21,7 milhões com gestão sustentável

O desempenho de sustentabilidade da Sonae Sierra, através de medidas de eficiência energética, redução do consumo de água e reciclagem de resíduos, permitiu ao maior grupo português de "shoppings" evitar cerca de 21,7 milhões de euros de custos operacionais em 2015.

Rui Neves ruineves@negocios.pt 05 de Maio de 2016 às 15:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

As medidas de ecoeficiência implementadas pela Sonae Sierra no seu universo de centros comerciais, espalhados pelo mundo inteiro, permitiram ao maior operador português de "shoppings" poupar cerca de 21,7 milhões de euros de custos operacionais no ano passado, revelou Elsa Monteiro, responsável de Sustentabilidade e Comunicação do grupo, hoje, 5 de Maio, durante um almoço com jornalistas.

A maior fatia da poupança foi alcançada com a melhoria da eficiência energética, que permitiu baixar o consumo em 5% em relação ao ano anterior. Uma melhoria de performance que beneficia sobretudo os lojistas dos "shoppings" da Sonae. Já redução das emissões de gases com efeitos de estufa foi de 6%.

De acordo com os dados apresentados por Elsa Monteiro, no caso da eficiência energética a redução no consumo de energia foi de 44% desde 2002, enquanto o corte das emissões de carbono atinge os 82% desde 2005.   

Outro parâmetro de sustentabilidade em que a Sonae Sierra apresenta bons resultados é no consumo de água, área em que encaixa uma poupança acumulada de 20% face aos registos de 2003. Em 2015, nos centros comerciais da Sonae Sierra consumiu-se menos 3% de água em relação ao ano anterior – a média foi de 3,4 litros por visitante. O objectivo para 2020 é baixar a fasquia para três litros por visita.

Em termos absolutos, a melhor performance no desempenho de sustentabilidade do grupo verifica-se na taxa de reciclagem, que aumentou 225% desde 2002. No final do ano passado, esta taxa rondava os 62% - o objectivo é atingir os 65% em 2020.

Absentismo caiu 70%

A responsável de Sustentabilidade e Comunicação da Sonae Sierra destacou ainda as melhorias de produtividade no local de trabalho, com a taxa de absentismo a sofrer um corte substancial – houve uma redução de 70%, em relação a 2014, do número de dias pedidos por acidentes ou doenças ocupacionais.

"Mas os acidentes entre os prestadores de serviços (de segurança, manutenção e limpeza) têm aumentado", reconheceu Elsa Monteiro, sem detalhar, adiantando apenas que o grupo até lançou um prémio com o objectivo de incentivar a melhores prática de segurança, o qual "teve uma taxa de participação da ordem dos 60%".

A mesma responsável revelou ainda, também sem especificar, que em 2015 houve uma redução de 9%, em relação ao ano anterior, no número de acidentes (que requereram intervenção hospitalar) entre os 433 milhões de visitantes dos seus centros comerciais.

A Sonae Sierra opera em geografias tão diversas como Portugal, Alemanha, Argélia, Azerbaijão, Brasil, Colômbia, Eslováquia, Espanha, Grécia, Itália, Marrocos, Roménia, Rússia, Tunísia e Turquia. É proprietária de 45 centros comerciais com um valor de mercado superior a seis mil milhões de euros, e gere 80 "shoppings", que totalizam uma área bruta locável de 2,3 milhões de metros quadrados e cerca de 9.100 lojistas.

Actualmente, a Sonae Sierra tem 11 projectos em desenvolvimento, incluindo quatro para clientes, e outros sete novos projectos em carteira.


(Notícia actualizada às 16:47)

Ver comentários
Saber mais Sonae Sierra Sonae centros comerciais shoppings sustentabilidade Elsa Monteiro
Outras Notícias