Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Sumol+Compal passa de perdas a lucros no primeiro trimestre

A fabricante de sumos e néctares registou crescimento de 11,2% nas vendas no mercado doméstico. Unidade de Angola começa a produzir no terceiro trimestre.

Isabel Aveiro ia@negocios.pt 29 de Maio de 2015 às 17:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

O grupo Sumol+Compal registou resultados líquidos, após interesses minoritários, de 1,03 milhões de euros no primeiro trimestre de 2015, anunciou esta sexta-feira, 29 de Maio, a companhia após o fecho do mercado.

 

O desempenho registado entre Janeiro e Março deste ano inverte os prejuízos sofridos um ano antes, já que o primeiro trimestre de 2014 terminou com perdas consolidadas de 1,07 milhões de euros.

 

Durante o período em análise, o EBITDA (resultado antes de juros, impostos, depreciação e amortização) melhorou 28,8%, para 7,8 milhões de euros. O EBIT cresceu 47%, para 4,9 milhões de euros.

 

A cotada, controlada em mais de 77% pela Refrigor, consolidou vendas totais de 71,5 milhões de euros entre Janeiro e Março deste ano, um crescimento global de 19%, com Portugal a progredir 11,2% (para 46,7 milhões de euros) e os mercados internacionais a melhorarem 37,1% (para 24,8 milhões de euros).

 

Angola arranca no terceiro trimestre de 2015

Nos três primeiros meses de 2015, a Sumol+Compal investiu 9,3 milhões de euros: "a grande maioria realizou-se em Angola" - explica a administração em comunicado enviado às redacções - "na implementação do projecto da fábrica para a produção e embalamento de sumos, néctares e refrigerantes da Sumol+Compal Marcas".

 

Recorde-se que a S+C vendeu no exercício passado 49% da Sumol+Compal Marcas aos franceses da Castel (via Copagef). Os efeitos do encaixe realizado com a venda ainda se fazem sentir, tendo a dívida homóloga do primeiro trimestre recuado em 94,9 milhões de euros, para 189,4 milhões de euros em Março de 2015.

 

A fabricante, que tem já uma unidade produtiva em Moçambique, adiantou ainda na sexta-feira que estima que a unidade industrial do Bom Jesus, em Luanda (Angola) deverá estar a produzir Compal "no terceiro trimestre deste ano" e Sumol "no final deste exercício".

 

Ver comentários
Saber mais Sumol+Compal refrigor Castel Copagef
Outras Notícias