A carregar o vídeo ...
Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

TAP assegura controlo da Varig

A operação financeira que permitirá à TAP controlar 20% da congénere brasileira já foi concluída e a sua oficialização está para breve, revela a edição de amanhã da revista «Prémio» a que o Jornal de Negócios Online teve acesso. O plano de Fernando Pinto,

Negócios negocios@negocios.pt 15 de Junho de 2005 às 19:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A operação financeira que permitirá à TAP controlar 20% da congénere brasileira já foi concluída e a sua oficialização está para breve, revela a edição de amanhã da revista «Prémio» a que o Jornal de Negócios Online teve acesso. O plano de Fernando Pinto, que coloca Michael Conolly na liderança da Varig, recebeu o aval de Brasília. Jorge Sampaio marcará presença na primeira viagem da aliança.

A companhia aérea portuguesa adiantou-se à concorrência e, segundo aquela revista, assegurou a posição de 20% do capital da Varig cedida pela Fundação Ruben Berta (FRB), de acordo com Pedro Xavier Pereira, ‘managing partner’ da LP-Brothers, que participa no negócio enquanto ‘advisor’ de um fundo de capital de risco ligado ao Grupo Carlyle.

O fundo norte-americano liderado por Frank Carlucci faz parte da ‘holding’ criada para resolver os problemas financeiros imediatos da Varig. Assim, o plano de recuperação faseada da empresa brasileira proposto por Fernando Pinto, administrador-delegado da TAP, já recebeu a luz verde das várias partes envolvidas nas negociações.

Michael Conolly, actual administrador da TAP responsável pelo pelouro financeiro, vai ser o novo «homem forte» da Varig. Esta foi uma escolha pessoal de Fernando Pinto e o eleito reúne a aceitação unânime da pool de investidores criada para capitalizar a transportadora brasileira, segundo a mesma fonte.

Para assinalar o acordo, o Presidente da República Jorge Sampaio vai liderar uma comitiva de empresários que farão o voo inaugural a bordo de um dos cinco Airbus que a TAP vai ceder, em regime de leasing operacional, à congénere sul-americana.

Os aviões vão herdar o nome de cinco caravelas da armada com que Pedro Álvares Cabral descobriu o Brasil. As aeronaves vão ser alvo de uma pintura especial comemorativa da ligação entre as duas companhias.

Ver comentários
Mais lidas
Outras Notícias