Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Teixeira Pinto só sai do BCP se o alargamento for chumbado

O presidente do BCP garantiu hoje que não sai do banco caso as actuais propostas para a AG sejam chumbadas. “As propostas não são minhas, porque é que havia de sair”, disse aos jornalistas. No entanto, garante abandonar o cargo se a proposta de alargament

Maria João Gago mjgago@negocios.pt 01 de Agosto de 2007 às 22:02
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O presidente do BCP garantiu hoje que não sai do banco caso as actuais propostas para a AG sejam chumbadas. "As propostas não são minhas, porque é que havia de sair", disse aos jornalistas. No entanto, garante abandonar o cargo se a proposta de alargamento for a votação e for chumbada.

À saída da entrevista desta noite na SIC Notícias, Paulo Teixeira Pinto disse aos jornalistas que se as propostas da assembleia geral forem chumbadas, vai continuar à frente dos destinos do BCP.

Isto porque quem apresentou estas propostas foi um grupo de accionistas: "as propostas não são minhas, porque é que havia de sair".

No entanto, diz que se a sua proposta de alargamento do conselho de administração foi aprovado pelo presidente da mesa da AG, mas for chumbada pelos accionistas, então abandonará a liderança do BCP.

Acrescenta que este "impasse está a prejudicar o banco", afirmando que a queda dos resultados "não é apenas reflexo do custos da OPA. Também há uma explicação contabilística para estes resultados. Temos obrigação de ter resultados recorde".

Outras Notícias