Empresas Universidade Católica diz que dá 600 milhões por ano à economia portuguesa

Universidade Católica diz que dá 600 milhões por ano à economia portuguesa

A Universidade Católica celebra, em 2018, 50 anos de presença em Portugal. Durante este período o impacto económico conseguido foi crescendo, até chegar aos 600 milhões por ano.
Universidade Católica diz que dá 600 milhões por ano à economia portuguesa
Ana Batalha Oliveira 11 de outubro de 2018 às 13:10

A Universidade Católica Portuguesa faz 50 anos em 2018 e está a aproveitar a data para apurar outros números: o seu impacto na economia portuguesa foi crescendo ao longo do tempo até atingir, actualmente, 600 milhões de euros por ano. No total, em meio século de história, a universidade calcula que tenha contribuído para a economia com um total de 18 mil milhões de euros. 

As conclusões são do estudo Católica Impacto, que será apresentado no próximo dia 11 de Outubro, na Universidade Católica Portuguesa, em Lisboa.

Entre as paredes da faculdade, os antigos alunos reuniram ferramentas para depois criar 6.500 empresas e 1.700 entidades sem fins lucrativos, já cá fora. O impacto multiplica-se considerando os 166.000 postos de trabalho criados.

Das portas da Católica saíram até agora 48.000 alunos com um diploma debaixo do braço, e cerca de 87% deixaram a faculdade satisfeitos, mede o mesmo estudo.

Os alunos orgulham a universidade com 35 prémios científicos nos últimos três anos e 30 patentes certificadas. Fora da esfera profissional, já contribuíram para a comunidade com 102.000 horas de voluntariado todos os meses.

"Os resultados deste estudo de impacto - alicerçados num inquérito lançado a toda a comunidade de alumni da Universidade Católica - evidenciam amplamente o profundo impacto multidimensional da UCP" considera o director do Centro de Estudos e Sondagens de Opinião da Universidade Católica e coordenador do estudo, André Azevedo Alves.




pub