Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Venda unidade hospitalar a José Mello “positiva” para a Sonae

A venda do projecto de construção de um hospital na cidade do Porto à José Mello Saúde (JMS) tem um impacto “positivo” nos títulos da Sonae SGPS, segundo os analistas do BPI, que consideram que a “holding” poderá assim concentrar-se no seu “core business”

Paulo Moutinho 10 de Janeiro de 2007 às 10:48
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A venda do projecto de construção de um hospital na cidade do Porto à José Mello Saúde (JMS) tem um impacto "positivo" nos títulos da Sonae SGPS, segundo os analistas do BPI, que consideram que a "holding" poderá assim concentrar-se no seu "core business".

Salvador de Mello, presidente da JMS anunciou ontem a compra do futuro Hospital CUF Porto, um projecto cuja construção deverá arrancar no final deste ano e que deverá entrar em funcionamento no segundo semestre de 2009.

Para o banco de investimento, que tem uma recomendação de "comprar" e um preço-alvo de 1,80 euros para a Sonae, esta alienação tem um impacto "positivo" para a "holding".

A equipa de "research" do BPI refere que "apesar de não terem sido divulgados indicadores financeiros, acreditamos que a venda de activos não estratégicos mostra que a Sonae está concentrada em centrar-se no seu negócio principal, onde tem potencial de crescimento e onde tem um elevado ‘know-how’".

Esta alienação deverá gerar um ganho de capital que, para o BPI "não deverá ter um impacto relevante na ‘holding’, dado o tamanho reduzido da unidade de saúde na Sonae Capital".

Na sessão de hoje, os títulos da Sonae SGPS [son] seguiam a valorizar 1,28% para 1,58 euros, tendo já tocado num novo máximo de 2000 ao cotar nos 1,59 euros por acção.

Mais lidas
Outras Notícias