Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Produção de eletricidade da EDP Renováveis subiu 6% em 2019

A subsidiária de energias limpas do grupo EDP vendeu parte dos ativos eólicos em 2019, mas esta "baixa" não reduziu os números da produção, que cresceram.

Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 21 de Janeiro de 2020 às 19:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A EDP Renováveis aumentou em 6% a produção no conjunto de 2019, apesar de ter angariado 800 milhões no mesmo ano com a venda de ativos eólicos. A beneficiar os números está o reforço da capacidade que foi sendo instalada em paralelo.

No total de 2019, a subsidiária de energias limpas do grupo EDP produziu 30 terawatts hora (TWh) de eletricidade, 6% acima do ano anterior, "beneficiando da capacidade adicionada nos últimos 12 meses e maior recurso eólico", lê-se no comunicado publicado pela empresa no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários.

Houve um aumento de produção em todas as geografias exceto no Canadá, onde caiu 2%. A maior subida deu-se no Brasil – 42% - mas os Estados Unidos continuam a ser o mercado mais relevante.

Isto acontece "apesar do impacto da desconsolidação de 997 MW relativos a uma transação de sell-down na Europa", concluída em julho de 2019. A EDP Renováveis vendeu tecnologia eólica em troca de 800 milhões de euros, dando cumprimento ao plano de rotação de ativos.

Em dezembro, a EDPR geria um portfólio de 11,4 GW, dos 284 MW são de energia solar e 11.078 MW de energia eólica onshore. Uma das novidaes em Portugal foi a construção de estruturas offshore em Portugal, com uma capacidade de 14 MW, cuja primeira de três turbinas foi conectada à rede em dezembro de 2019.

Ver comentários
Saber mais EDP Renováveis Portugal economia negócios e finanças energia energias alternativas economia (geral)
Outras Notícias