Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

H.I.G. Capital reforça em Portugal com compra de três edifícios em Lisboa

O fundo norte-americano admite ver grandes oportunidades na capital portuguesa para expandir o seu portefólio imobiliário.

O ritmo de crescimento dos preços de venda das casas em Portugal continuou a desacelerar no terceiro trimestre de 2020.
João Miguel Rodrigues
Rita Faria afaria@negocios.pt 19 de Fevereiro de 2021 às 14:13
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O fundo de investimento norte-americano HIG Capital comprou três edifícios residenciais no centro de Lisboa, como parte do plano para reforçar em Portugal o seu portefólio imobiliário.

Segundo o site IPE Real Assets, que avança a notícia, a aquisição foi feita através de múltiplas transações por parte de uma das afiliadas da firma de investimentos, sediada em Miami e com cerca de 43 mil milhões de dólares de ativos sob gestão.

Os detalhes financeiros do negócio não foram revelados nem foram identificados os edifícios em causa.

Riccardo Dallolio, diretor da HIG Europe Realty Partners, afirma que a empresa vê grandes oportunidades no setor residencial de Lisboa para expandir a sua plataforma.

"O nosso foco em Portugal é a reabilitação de ativos em localizações privilegiadas para responder à procura local e internacional de unidades residenciais", explica o responsável, citado pela mesma publicação.

"O setor residencial de Lisboa está a beneficiar de uma combinação única de mudança estrutural e fundamentos de oferta/procura favoráveis", acrescenta Esteban Caja Samboal, diretor da HIG Europe Realty Partners em Madrid. "A HIG tem uma vasta experiência em setores operacionalmente intensivos e este investimento é uma continuação lógica do nosso portefólio europeu".

Em 2015, o fundo norte-americano já havia investido mis de 110 milhões de euros em Portugal com a compra de 77 ativos imobiliários e 114 empréstimos garantidos à Finangeste, a sociedade que recuperava créditos e geria imóveis, e que foi vendida, em setembro desse ano, à Isegoria, por 35 milhões de euros.

Ver comentários
Saber mais H.I.G. HIG Lisboa imobiliário
Outras Notícias