Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

JLL: Junho "excecional" faz mercado de escritórios disparar

O cenário da ocupação de escritórios em Lisboa sofreu uma reviravolta no final do semestre: o mês de junho veio contribuir com mais de um terço da área ocupada.

Miguel Baltazar/Negócios
Ana Batalha Oliveira anabatalha@negocios.pt 23 de Julho de 2019 às 13:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

Os primeiros seis meses do ano terminaram com uma ocupação de escritórios em Lisboa superior em 26% à do período homólogo. Junho contribuiu com mais de um terço da área colocada.

A ocupação de escritórios em Lisboa atingiu os 109.751 metros quadrados no conjunto do primeiro semestre de 2019. E entre os seis meses, o último foi mesmo o primeiro: junho contribuiu para o aumento da ocupação com uma área de 39.219 metros quadrados.

Os dados são do Lisbon Prime Index, um sistema de monitorização do mercado de escritórios de Lisboa e divulgados através do Office Flashpoint da JLL.

Em junho, uma consultora destacou-se ao ocupar a maior área: a KPMG reservou 9.950 metros quadrados, seguida da PLMJ, que ocupou 6.950 metros quadrados. Apesar disto, as consultoras e firmas de advogados ficam em segundo lugar no que toca à ocupação de escritórios, sendo ultrapassadas em um ponto percentual pelo setor dos serviços financeiros, que tem a maior quota, de 24%. Apesar das áreas terem aumentado, em média, 41%, o número de negócios decresceu 10% em relação ao ano passado, contabilizando um total de 97.

"No final de abril a ocupação estava 14% abaixo de 2018 e em maio acabou por nivelar-se, chegando agora ao final do semestre com a atividade a distanciar-se em alta de 2018, após um junho excecional", comenta a diretora de Office/Logistics Agency and Transaction Management da JLL, Mariana Rosa.

Ainda de acordo com a diretora, a dinâmica do mês de junho "resulta da disponibilização de nova oferta no mercado", e acrescenta que "a procura existe e está a crescer, mas o mercado só conseguirá expandir-se com reforço do stock".

Ver comentários
Saber mais JLL escritórios Lisboa
Outras Notícias