Media CBS e Viacom chegam a acordo para fusão de mais de 11 mil milhões

CBS e Viacom chegam a acordo para fusão de mais de 11 mil milhões

A CBS e a Viacom chegaram finalmente a acordo para fusionar as atividades, numa operação de 11,7 mil milhões de dólares (cerca de 10,5 mil milhões de euros).
CBS e Viacom chegam a acordo para fusão de mais de 11 mil milhões
Bloomberg
Negócios 13 de agosto de 2019 às 19:56
A CBS chegou a acordo para uma fusão com a Viacom, avaliada em 11,7 mil milhões de dólares (cerca de 10,5 mil milhões de euros), uma junção entre as duas empresas de media que já esteve para acontecer noutras ocasiões mas que nunca chegou a bom porto.

O negócio será totalmente em ações e foi comunicado esta terça-feira, 13 de agosto. E junta a rede de televisão mais vista com a produtora Paramount Pictures e canais de cabo, como a MTV e Nickelodeon.

As negociações, segundo noticia a Bloomberg, foram uma maratona durante esta semana, com o preço a ser o motivo de delonga na conclusão do acordo. 

Os acionistas da CBS vão ficar com 61% da empresa combinada, com o restante a ir para os investidores da Viacom. Cada título da Viacom vai ser convertido em 0,59625 ações da CBS.

Shari Redstone, cujo veículo familiar National Amusements controla as duas companhias, vai tornar-se presidente não executiva ("chairwoman") da nova empresa. O presidente executivo da Viacom Bob
Bakish ficará a liderar o negócio do dia a dia, tornando-se presidente executivo (CEO). A CBS terá 13 lugares no conselho de administração, enquanto a Viacom ficará com quatro. Outros dois serão nomeados pela National Amusements.

A última vez que as duas empresas se tinham sentado à mesa das negociações foi há cerca de um ano. Mas o acordo não foi alcançado. E perderam, em bolsa, mais de 18% desde o início de 2018. A CBS e a Viacom já foram, aliás, uma empresa única, mas em 2006 a família Redstone decidiu que os investidores teriam mais valor se as companhias se separassem.



Marketing Automation certified by E-GOI