Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

GetSocial: ambição de chegar aos gigantes

Na história da GetSocial há dois ingredientes peculiares: não deixam o medo falar mais alto e uma das ambições é serem comprados por uma grande empresa tecnológica.

A carregar o vídeo ...
Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 17 de Fevereiro de 2014 às 20:30
  • Partilhar artigo
  • 3
  • ...

A GetSocial nasceu, em Outubro de 2013, a partir da Wishareit, uma plataforma – criada em 2011 – para as pessoas encontrarem, "recomendarem e receberem os melhores presentes", explica Pedro Moura, director operacional. Esta plataforma não correu bem e a equipa tinha duas opções: "Ou desistíamos da ideia ou conseguíamos fazer uma mudança no modelo de negócio que nos permitisse relançar a nossa ‘startup’".

E assim fizeram. Alteraram o modelo de negócio e passaram a dirigir-se para as empresas, passando a vender software para lojas que visa implementar funcionalidades de "social shopping" (compras on-line através das redes sociais). Com o novo modelo foram bater à porta dos investidores que, no passado, tinham recusado conceder financiamento. No final de 2013, a GetSocial conseguiu, junto da Portugal Ventures e da Faber Ventures, um financiamento total de 630 mil euros. O produto da GetSocial destina-se sobretudo "às maiores lojas on-line em todo o mundo". Pedro Moura assume que há contactos, mas não entra em detalhes.

Ao nível internacional, várias têm sido as "startups" tecnológicas que são compradas . Esse é também um objectivo da GetSocial. "A tecnologia veio trazer uma maior rapidez no prazo de vida dos projectos" afirma o responsável, acrescentando que "o nosso objectivo é sermos adquiridos daqui a quatro, cinco anos por dezenas de milhões de dólares", afirma Pedro Moura. Isto porque, dentro de alguns anos, "todo o mercado de e-commerce terá sites de shopping social".

Empreendedor, o "rock star"

Pedro Moura considera que ter uma startup "está na moda". Para muita gente, defende, o empreendedor "assume hoje um bocadinho o papel de ‘rock star’, da pessoa idolatrada". Contudo, alerta que é necessário perceber se esta "moda" é "exagerada" ou se é "uma estrutura que fomente a criação de mais empresas".

Ver comentários
Saber mais GetSocial tecnologia
Outras Notícias