Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

LinkedIn admite erro nas métricas dos anúncios e quer compensar clientes

Parte dos anunciantes do LinkedIn terão recebido resultados errados sobre algumas campanhas que foram lançadas nos últimos dois anos.

8 - A rede social Linkedin foi comprada pela Microsoft por 28,1 mil milhões
Negócios jng@negocios.pt 13 de Novembro de 2020 às 12:56
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
O LinkedIn descobriu uma falha que inflacionou os números dos anúncios exibidos na sua plataforma para mais de 400.000 anunciantes, e afirma que pretende compensá-los monetariamente.

Parte dos anunciantes do LinkedIn terão recebido resultados errados sobre algumas campanhas que foram lançadas nos últimos dois anos, o que leva a uma má avaliação dos ganhos proporcionados pela campanha em causa e pode portanto ser penalizador.

O LinkedIn contabilizou visualizações de vídeos acima da realidade, assim como "impressões", isto é, a aparição de conteúdo pago aos utilizadores. 

Ao todo, 418.000 anunciantes terão sido afetados por este erro, de acordo com a informação publicada pelo próprio LinkedIn. A situação terá tido, pelas contas do LinkedIn, um impacto de menos de 25 dólares em mais de 90% dos clientes. 

Paralelamente, a empresa já está a reparar a falha e contratou a Moat, uma empresa do grupo Oracle que avalia este tipo de métricas de forma independente.
Ver comentários
Saber mais LinkedIn redes sociais internet métricas anunciantes
Outras Notícias