Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tim Cook rejeita alegações de que a Apple foge aos impostos

Tim Cook, presidente executivo da Apple, refutou a acusação das autoridades norte-americanas de que alegadamente a gigante tecnológica não pagava impostos sobre as receitas no estrangeiro.

Bloomberg
André Vinagre andrevinagre@negocios.pt 21 de Dezembro de 2015 às 16:57
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

"A Apple paga cada dólar que deve em impostos", afirmou o CEO da empresa, Tim Cook, em entrevista ao programa norte-americano "60 Minutos" este domingo, 20 de Dezembro.

 

Tim Cook afirmou peremptoriamente que a Apple paga todos os impostos que deve e disse mesmo que as acusações eram "'total political crap'" e que não tinham "nenhuma base de verdade".

 

O governo norte-americano alega que a Apple não paga impostos sobre os 74 mil milhões de dólares (68,8 mil milhões de euros) de receitas da empresa no estrangeiro. Estes números foram revelados em 2013, depois de uma investigação do senado norte-americano que descobriu que a Apple pagava em impostos apenas 2% (cerca de 1,48 mil milhões de dólares) dos 74 mil milhões de receitas que tem no estrangeiro.

 

Tim Cook respondeu dizendo que este é um "esquema sofisticado" do governo norte-americano. "Nós pagamos mais impostos [nos Estados Unidos da América] do que qualquer um", afirmou Tim Cook.

 

Segundo o jornal The Independent, esta alegada fuga aos impostos deve-se em grande parte às leis fiscais irlandesas, que permitem que as empresas se mudem para a Irlanda sem que sejam residentes fiscais. Estes benefícios fiscais fizeram com que outras empresas, como a Google e o Facebook, se mudassem para Dublin.

 

Questionado sobre porque é que a empresa não declara essas receitas nos Estados Unidos, Tim Cook respondeu que "adoraria", mas "iria custar 40% para levar as receitas para casa e não acho que isso seja razoável". 

Ver comentários
Saber mais Apple Tim Cook receitas impostos Irlanda
Mais lidas
Outras Notícias