Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Oi soma 5% em bolsa após anunciar encaixe de 820 milhões com dois negócios no Brasil

A empresa dirigida por Zeinal Bava anunciou a venda da GlobeNet à BTG Pactual por 1,75 mil milhões de reais (589 milhões de euros) e a concessão de duas mil torres de telecomunicações por 687 milhões de reais (231 milhões de euros). A reacção em bolsa da operadora brasileira, participada pela PT, foi positiva.

5 Zeinal Bava, Portugal Telecom
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 15 de Julho de 2013 às 15:23
  • Partilhar artigo
  • 12
  • ...

As acções da empresa brasileira Oi estão a ganhar mais de 5% na Bolsa de São Paulo, a reagir a dois negócios anunciados esta segunda-feira no valor global de 820 milhões de euros. A subida não animou a sua accionista Portugal Telecom, que está hoje a cair na Bolsa de Lisboa.

 

A companhia dirigida por Zeinal Bava (na foto) acordou, segundo um comunicado disponível no site, a venda da sua subsidiária GlobeNet por 1,75 mil milhões de reais (589 milhões de euros) e a concessão de torres de telecomunicações por 687 milhões de reais (231 milhões de euros).

 

Com o nome oficial de Brasil Telecom Cabos Submarinos, a GlobeNet tem outras subsidiárias na Venezuela, Colômbia, Bermudas e Estados Unidos e detém um sistema de cabos submarinos de fibra óptica de 22,5 mil quilómetros com vários pontos de conexão em países da região. Da transacção, também faz parte o fornecimento de capacidade pela GlobeNet para a Oi “por meio de contrato de longo prazo com volume de capacidade e preço garantidos”.

 

A concessão do direito de exploração comercial e uso de 2.113 torres de telecomunicações por 687 milhões de reais (231 milhões de euros) da Oi para a SBA Torres Brasil também foi anunciada esta segunda-feira.

 

Os títulos da Oi somam 5,39% para 3,52 reais na Bolsa de São Paulo, contrariando a descida verificada pela Portugal Telecom. A operadora portuguesa detém cerca de 25% da Oi enquanto a brasileira é dona de 10% da PT. As duas companhias estão ligadas por uma aliança estratégica que deu mais um passo quando o anterior presidente executivo da PT assumiu a presidência executiva da Oi.


Apesar desta ligação, a valorização da Oi não está a animar a empresa nacional. A PT, que esteve já hoje a negociar em mínimos de Fevereiro de 1996, está a ceder 2,03% para valer 2,655 euros por acção. O desempenho deve-se ao corte de recomendação de “neutral” para “underperform” e do preço-alvo atribuídos pelo Exane BNP Paribas. O motivo para a revisão das avaliações foi, precisamente, a Oi que, de acordo com o banco de investimento francês, enfrenta uma fase de elevado investimento e baixo crescimento que poderá obrigar a um aumento de capital.

 

 

 

Ver comentários
Saber mais Oi Zeinal Bava Portugal Telecom Brasil
Outras Notícias